TUDO SOBRE O MINOXIDIL

O minoxidil promove uma vasodilatação de longo prazo e ele reduz a pressão arterial. Isso foi descoberto em 1965. Só que quando você fala do uso tópico do minoxidil para você observamos a melhora capilar, e hoje todo mundo conhece o minoxidil por causa disso. Você provavelmente nunca tinha ouvido falar que ele tem esse efeito para hipertensão arterial. certo? Então leia tudo aqui.



Hoje eu vou falar sobre o minoxidil, se ele funciona ou não, quais são os mecanismos de ação, enfim tudo sobre o minoxidil.


Nenhum homem quer ver seus cabelos ficando mais finos, diminuindo ou desaparecendo totalmente na calvície. Mas a queda de cabelo é uma realidade para a grande maioria dos homens.


Estudos descobriram que mais da metade dos homens com idade entre 40 e 49 anos experimentaram queda de cabelo de padrão masculino, enquanto 16% dos homens com idade entre 16 e 29 também relataram esse tipo de queda de cabelo.


Olhem, acreditem ou não, mas até hoje a ação do minoxidil é uma incógnita. Vemos algumas

pessoas colocando que estimula isso, que abre aquilo, e que o pelo consegue crescer melhor, e que primeiro cai e depois faz outra coisa, enfim. Mas o mecanismo de ação mesmo ainda não foi descoberto.



Estamos aqui trabalhando aqui com o que temos de mais sólido. E por causa disso muitas

pessoas ás vezes diz assim: Não funciona, não é legal. A verdade, pessoal, é que sem saber o mecanismo de ação exato algumas pessoas podem dizer que não funciona, mas na prática o que a

gente observa são bons relatos com o minoxidil, porém ele não cura a calvície e isso sim já foi comprovado. Porém, ele ajuda de fato na região que é passada a melhorar o crescimento capilar. Mas, novamente, não cura.

Tipos de queda de cabelo

Os dois medicamentos mais comumente usados ​​para tratar a queda de cabelo masculina são a finasterida e o minoxidil. A dutasterida também é usada algumas vezes. Você os encontrará em uma série de nomes de marcas diferentes, por isso é importante estar ciente do nome genérico e quais são as diferenças entre esses medicamentos no que diz respeito a seus benefícios potenciais e possíveis efeitos colaterais.


Enquanto a finasterida é um medicamento sob prescrição em forma de pílula, o minoxidil é um tratamento tópico de venda livre que é facilmente aplicado na cabeça. Ambos os produtos têm ação relativamente lenta e você precisará usá-los de forma consistente e contínua para obter resultados, com os primeiros resultados perceptíveis geralmente levando até um ano.


Durante o uso do minoxidil você vai ter um efeito legal, depois que parar você tende a voltar a ser o que você era. O que acontece é que tem muitas pessoas que utilizam minoxidil e fazem associação com outras coisas. Por exemplo, pega uma pessoa que tem uma calvície e ela

descobre que o DHT, di-hidrotestosterona dela que tem afinidade com o couro cabeludo está acabando com o cabelo dela, e ela usa uma finasterida. Isso tem um tempo de ação, vai demorar, e ela acaba usando um minoxidil junto para acelerar esse processo. Normalmente as pessoas vão fazer o quê? Vão descontinuar o minoxidil, continuar a finasterida e fica mais ou menos tudo certo.


Algumas pessoas fazem ao contrário, descontinuam a finasterida e continuam com o minoxidil

a fim de tentar manter, e tem bons resultados com isso, uma opção muito mais natural, mas não necessariamente é verdade para todo mundo. Ou seja, algumas pessoas vão descontinuar o

medicamento, vão continuar com o minoxidil e vão ter uma piora, e voltam a tomar o medicamento, mantendo os dois. Mas de fato cada um faz uma coisa, e os dois remam a favor da melhora capilar.


O minoxidil é um tratamento tópico para queda de cabelo, vendido sob dezenas de marcas diferentes, que variam entre os países. Para aqueles com perda de cabelo masculina geneticamente ligada, o Minoxidil oferece uma opção de tratamento conveniente. É aplicado diretamente na cabeça onde está ocorrendo a queda de cabelo, onde você então massageia.

O minoxidil foi desenvolvido para reverter o encolhimento do folículo capilar, que causa afinamento e calvície, ao mesmo tempo que estimula potencialmente o crescimento de novos cabelos. Só é recomendado para quem tem uma causa genética de queda de cabelo, com o objetivo de retardar qualquer queda de cabelo posterior.



O minoxidil é um produto que pode ser usado tanto por homens quanto por mulheres por um período mínimo de quatro meses antes que quaisquer resultados visíveis apareçam. Em seguida, ele precisa ser usado de forma consistente se você quiser melhorar o crescimento do cabelo e mantê-lo por um longo prazo. Muitos homens utilizam o minoxidil na barba.


Apesar de não sabermos o mecanismo de ação do minoxidil existem tem diversas pesquisas com o esse medicamento. Por exemplo, uma revisão sistemática de Cochrane, que investigava intervenções para queda de cabelo feminina, foram mapeadas todas as intervenções possíveis para o cabelo, até obviamente a data da pesquisa que era de Julho de 2015. Dos 5.290 pacientes que ali estavam sendo analisados o único que foi considerado como eficiente foi o minoxidil, depois dessa pesquisa de 2015 o minoxidil tomou uma proporção muito maior.


Nós temos no mercado minoxidil 2%, 5% enfim. Nesse estudo específico não se mostrou diferença entre 2% e 5%. Na minha opinião, a diferença de preço é pequena, então se for para pecar 5% para

gastar um pouquinho a mais vai no 5%, tranquilo, não vai ter efeitos indesejáveis, nada do tipo, mas eu tenho que citar aqui que de 2 a 5 não houve diferença. Apesar da gente não saber o mecanismo de ação temos algumas estimativas.

O minoxidil, por ele ter uma ação vasodilatadora e portanto hipotensiva, quando está presente na região capilar faz dilatar o folículo piloso, e com ele dilatado tem mais espaço para o cabelo romper, porque quando ele está muito fechadinho ele quebra. Então, quando ele dilata o cabelo cresce e dá aquela coisa bonita de se ver. Claro que observamos resultados significativos no minoxidil na barba.


CENTRAL, e utilização em outros locais, por exemplo na barba, na sobrancelha? Você passando na

sobrancelha, na barba, também pode aumentar o crescimento. E até mesmo das unhas, temos algumas pesquisas que mostram uma fortificação das unhas.


O que se observou do minoxidil é que a parte que ele mais vai fazer efeito vai ser no vértice do couro cabeludo. Ou seja, essa parte aqui de trás é a que o minoxidil mais vai interagir, mais vai dar resultado.


O minoxidil atua sendo aplicado fisicamente no couro cabeludo, de forma que pode atuar diretamente nos folículos. Seu objetivo é promover maior fluxo de oxigênio, nutrientes e sangue para os folículos por meio da vasodilatação (alargamento dos vasos sanguíneos). Ao usar o Minoxidil, você o aplica topicamente diretamente no couro cabeludo, duas vezes por dia. Isso estimula os vasos sanguíneos a se dilatarem para que mais oxigênio e nutrientes possam circular e atingir os folículos.


A princípio, isso pode causar a queda de alguns fios de cabelo conforme os folículos entram em uma nova fase, mas os novos fios crescem e isso torna importante continuar usando o Minoxidil por um longo prazo antes de avaliar os resultados; um mínimo de seis meses é recomendado.


Já para mulheres em específico a parte de cima responde melhor do que a dos homens.

E justamente por conta do que você pode até perceber de receptor e coisa desse tipo. Nas mulheres já é mais igual, por isso que a mulher não perde cabelo localizado, normalmente ela perde como um todo, o homem perde mais no no telhadinho.



É mais indicado em pessoas que estão sentindo o processo de perda de cabelo, para aqueles

que já estão 100% carecas e vão passar minoxidil, podem se afogar de minoxidil que não vão ver bons resultados. Então, normalmente quem usa é o pessoal de, mais ou menos, uns 40 anos que começa dar aquela caída como uma incidência geral. Tem gente que começa antes tem gente

que começa depois, porém fica em torno de 40 anos. Quando começa a cair é o momento de

você entrar com o minoxidil e tentar segurar esse processo.


Tivemos um estudo observacional, que analisaram quase mil homens e no final, os que usaram o

minoxidil por um ano, mais de 60% foi visto uma grande melhora. Então, nós temos um nível de

incidência bastante alto solutivo, mas também vale lembrar que 40% não se viu grande diferença, não quer dizer que não viu nenhuma, mas não se viu grandes diferenças.



O lance sempre desses estudos é: Pegamos mil homens, bacana, mas a gente não sabe como

é que estava a alimentação deles, stress, coisas desse tipo. Então, só por ter uma melhora de 60% colocando ele é muito relevante, por que? Porque normalmente a calvície tende a sempre piorar, você nunca vai conhecer um cara que estava calvo e aí depois de um ano ele apareceu cabeludo sem fazer absolutamente nada, não é normalmente o que acontece, o que normalmente acontece é sempre piora. Então, só de ter 60% das pessoas que melhoraram, isso é um excelente indicativo de que o minoxidil funciona.


Apesar de até hoje não se saber o mecanismo de ação, estimando que o máximo que a gente

tem de melhora na ciência é essa dilatação e o cabelo crescer mais legal.


Então gostou dessa postagem?


SIM, NÃO , MAIS OU MENOS? Compartilhe com os amigos , mande-nos uma mensagem, siga-nos nas nossas redes sociais. Se você gostou dessa postagem deixe seu comentário, inscreva-se no nosso canal do youtube e siga a gente no Instagram. Se quiser, entre em contato conosco para ter a sua assessoria online.

Um abraço!

E até a próxima!





logo academia central fitness.png

ENDEREÇO

Rua Santo Antônio, 513 - Bela Vista

São Paulo, SP 012345-678

centralfitnessacademia@gmail.com

Tel: (11) 3104-7501

HORÁRIOS DE FUNCIONAMENTO

 

SEGUNDA - SEXTA: 06hrs às 24hrs

​SÁBADO: 09 hrs às 18hrs

DOMINGO e FERIADOS: 10hrs às 14:00hrs

 

SIGA - NOS

 

  • Facebook - Círculo Branco
  • Instagram - White Circle
  • YouTube - Círculo Branco

© 2020  por Central Fitness.