top of page

Treino de Peito: Os 6 Melhores Exercícios

O treino de peito é uma parte essencial da rotina de exercícios de muitas pessoas, seja para fins estéticos ou para melhorar o desempenho atlético. Neste artigo, vamos explorar os melhores 6 exercícios para um treino de peito completo, ajudando você a desenvolver força, definição e simetria nessa região tão importante do corpo.


Quando se trata de treinar o peito, é fundamental adotar uma abordagem abrangente, trabalhando diferentes ângulos e músculos dessa região.


Os exercícios selecionados para este artigo foram cuidadosamente escolhidos para atingir todos os músculos do peito, incluindo o peitoral maior, peitoral menor e os músculos estabilizadores.


Ao incorporar esses exercícios em seu treino, você poderá maximizar o desenvolvimento do peitoral, obter uma aparência mais definida e equilibrada.


Treino de Peito: Os 6 Melhores Exercícios

Os 6 exercícios apresentados neste artigo são baseados em movimentos compostos e isolados, permitindo um trabalho efetivo de diferentes partes do peito. Entre eles estão supino reto, supino inclinado, crucifixo, flexões, crossover e mergulhos.


Cada um desses exercícios tem como objetivo recrutar os músculos do peito de maneira intensa e desafiadora. Ao incorporá-los em seu programa de treinamento de forma adequada e progressiva, você poderá alcançar resultados notáveis no desenvolvimento e definição do peitoral.


Neste artigo, vamos mergulhar no universo do treino de peito completo, apresentando os melhores 6 exercícios para ajudar você a alcançar um peitoral mais forte e bem definido.


Através dessas opções de exercícios e de uma execução correta, você estará no caminho certo para atingir seus objetivos de treino e desfrutar dos benefícios estéticos e funcionais de um peito bem trabalhado.



INTRODUÇÃO AO TREINO DE PEITO


Para começarmos a falar do treino de peito vamos entender como devemos treinar esse músculo. Parece simples, mas vamos ver que o treino de peito tem um pouco de complexidade, entretanto não se preocupe. Vamos tirar todas as suas dúvidas sobre o treino de peito aqui.


O peitoral é um músculo em forma de leque e possui duas seções anatômicas a parte superior que tem origem na clavícula e a parte inferior que tem origem no externo (o osso do peito). Fazer um treino de peito envolve essas duas partes e você deve prestar muita atenção nelas para que fique simétrico e proporcional.


As duas partes avançam em uma direção externa por meio da parede torácica fundindo-se em um único tendão que se insere no úmero, o osso do braço. Logo você já imagina que treinar o peito muitas das vezes terá treinado braço e ombro também.


Por que dizemos isso? Dizemos isso para que você já comece a pensar em como maximizar os resultados do seu treino de peito ou do seu treino de ombros mesclando exercícios para ambas as partes ou que trabalhem bastante ambas as partes, dessa forma além de você treinar peito conseguirá treinar com eficiência outro musculo que você sinta necessidade.


IMAGEM MOSTRANDO MÚSCULOS TRABALHADOS NO TREINO DE PEITO

Embora o músculo do peito possua apenas duas divisões anatômicas, funcionalmente podemos considerar que ele tenha três partes dependendo do ângulo de movimentação do braço:


  • Clavicular

  • Externocostal

  • Abdominal


Com a mudança da articulação do ombro, certas fibras do músculo peitoral ficam com melhor mecânica para criação do movimento.


Então tenha em mente que quando colocarmos os 14 melhores exercícios de peito você já deverá começar a imaginar o movimento das articulações do ombro para que você tenha maior eficiência no seu desenvolvimento.


Outro músculo que faz parte do tórax é o serrátl anterior. Esse músculo tem origem na parte posterior da escápula.


O serrátil anterior fica ativo na maioria dos exercícios para peito trabalhando em especial em exercício como supino reto.


Entendemos assim um pouco do músculo peitoral e como ele trabalha certo? Claro que existe muito mais a ser dito sobre essa região, mas para os nossos fins aqui já temos tudo que precisamos para compreender quais exercícios de peito deveremos fazer e trabalhar para ativarmos o máximo de fibras musculares dessa região. Vamos falar agora dos 14 exercícios para peito que você deve adicionar as suas séries na academia.


imagem da forma de execução do Crunches abdominais


Os 6 Melhores Exercícios Para Peito


Pois bem, entendemos o funcionamento do treino de peito, entendemos que no treino de peito temos os músculos dos braços e dos ombros trabalhando também e que dependendo da rotação que fizermos teremos um resultado específico e uma quantidade maior de fibras musculares trabalhadas. Isso já ficou claro para gente.


Vamos então falar de quais exercícios para peito devemos fazer para termos um melhor desenvolvimento desse músculo.



Exercício Supino Reto sendo executado como primeiro treino de peito

Vamos começar com o clássico exercício de peito quando falamos de treinamento de peito, o supino reto. Dificilmente você que treina na academia nunca fez exercício. Seja você iniciante ou avançando com certeza você já deve ter feito esse exercício uma ou outra vez. Esse é um dos exercícios de peito mais eficientes que você pode fazer devido a quantidade de fibras musculares recrutadas quando faz esse exercício.


Apesar de ser um exercício mais básico você deve ter bastante atenção pois muitas das vezes pelo excesso de peso que você coloca acaba gerando uma lesão no seu ombro. Lembre-se que o treino de peito automaticamente trabalha também com os músculos dos ombros.


Você pode fazer o supino de diferentes formas, porém na forma clássica você trabalhará as seguintes porções de fibras musculares:


  • Peitoral maior

  • Tríceps braquial

  • Deltoide (parte clavicular)


Muitas pessoas ao fazerem o supino usam algumas pegadas variadas. Provavelmente você já se perguntou qual a melhor pegada para fazer nesse exercício de peito. Bom, isso depende.


Se você fizer uma pega mais aberta você mobiliza mais a seção externa do músculo minimizando o trabalho do tríceps. Uma pegada fechada enfatiza o trabalho do tríceps e o peitoral interno.


Uma outra coisa interessante é que a barra do supino reto deve ser orientada na direção dos mamilos. Muita gente coloca a barra um pouco mais acima, o que forçará mais o deltoide anterior provocando uma lesão. A ideia desse movimento é treinar peito e não ombros.



Exercício Supino Reto Com Halteres sendo exibido na imagem

Dando sequência na nossa lista de exercícios para peito, vamos com o supino com halteres. Não se engane, apesar de você ver na academia muitos iniciantes fazendo esse exercício ele é excelente. Talvez até melhor que o supino reto já que, por ser com pesos livres, trabalha com os músculos estabilizadores.


Nesse exercício para peito você trabalha com maior eficiência o seu peitoral maior e o seu deltoide anterior (parte clavicular) além do seu tríceps braquial.


Um detalhe interessante desse movimento é que se você o termina imediatamente antes do bloqueio dos cotovelos você mantem a tensão do movimento e reduz a assistência do tríceps.


Supino com halteres pode ser um exercício de peito que você use para substituir o supino reto. Não existe a necessidade de fazer os dois na sua mesma série de treinamentos. Porém, se você quiser fazer fica a seu critério. Ambos são bem parecidos trabalhando praticamente os mesmos movimentos.



imagem da forma de execução do Crunches abdominais


Exercício Supino Inclinado com barra sendo exibido na imagem

Bom falando ainda de supino temos mais um dessa série de supinos que estamos apresentando que é bem útil se você busca aperfeiçoar o seu treino de peito. Aqui vemos o supino inclinado sendo trabalhado com total eficiência na parte superior do peito, deltoide anterior e o tríceps braquial.


 

VEJA TAMBÉM:

 

Exercício de peito básico também e de grande eficiência que você pode usar bastante se está pensando em desenvolver também seus deltoides anteriores. É interessante trabalhar o supino inclinado no dia que você for trabalhar deltoide anterior, por exemplo, pois esse ser trabalhado como forma secundária daquele.


Você ainda pode fazer o supino inclinado com algumas variações, principalmente em máquinas.



Exercício Supino Inclinado Com Halteres sendo exibido na imagem

Supino inclinado com halteres é um exercício de grande eficiência e uma variação clássica do supino inclinado com a barra. Esse exercício de peito, assim como o supino com halteres, trabalha bastante os músculos estabilizadores do movimento, o que permite um trabalho teoricamente mais eficiente das suas articulações.


O que você deve se atentar nesse exercício de peito é a inclinação do banco. Uma inclinação de 60° por exemplo trabalha mais a parte do deltoide e uma inclinação maior do banco trabalhará mais a parte do seu peitoral maior.






Exercício para peito crucifixo Com Halteres sendo exibido na imagem

Crucifixo é um exercício de peito bem competente para trabalhar o músculo peitoral. Suas diversas variações fazem com que seja um exercício de peito muito versátil e que pode se adequar a quase todas as necessidades do praticante de musculação. Algumas das variações mais vistas em academias são:


  • Crucifixo com cabos no banco plano

  • Crucifixo no aparelho

  • Crucifixo com halteres

  • Crucifixo inclinado com cabos

  • Crucifixo com cabos na polia baixa

  • Crucifixo inclinado com halteres

  • Crucifico declinado com halteres

Como pode ver temos diversas formas de aplicar o mesmo princípio do crucifixo em nossa rotina de treinamentos. Essas rotinas devem ser pensadas, obviamente, com estratégia já que cada uma dessas variações trabalhará com maior eficiência cada parte do musculo peitoral. Assim escolher a melhor forma dependerá de como o seu treino de peito está montado.




Exercício para peito pullover sendo exibido na imagem

Pull-over com halter é um exercício bem trabalhado em academias e pode fazer parte da sua rotina de treino de peito independente do seu nível de prática de musculação. Com ele você trabalhar diversas partes do seu tórax e ombros como por exemplo: Serratio anterior, peitoral maior, grande dorso, redondo maior entre outras.


 

VEJA TAMBÉM:

 

Como pode notar é um exercício eficaz que exige uma concentração a mais para o praticante, mas que se executado com regularidade lhe trará grandes resultados para o seu treino de peito.

Você ainda pode fazer esse exercício com barra para que tenha uma alternativa ao exercício com halteres.



imagem da forma de execução do Crunches abdominais

Conclusão:


Em conclusão, os seis exercícios de peito para academia apresentados neste artigo são excelentes opções para quem deseja trabalhar e fortalecer a musculatura peitoral. Cada exercício apresenta suas próprias particularidades, variações e benefícios, sendo importante incluí-los de forma equilibrada em seu treinamento.


Lembre-se de que a execução correta e a progressão gradual são fundamentais para garantir a efetividade e a segurança de cada exercício. Consulte sempre um profissional de educação física para orientá-lo em seu treinamento.


Não deixe de compartilhar este artigo com seus amigos que também buscam melhorar seu treino de peito. Compartilhar conhecimento e informações é uma forma de ajudar e incentivar mais pessoas a adotarem um estilo de vida saudável e ativo. Juntos, podemos transformar nosso corpo e nossa saúde!

 

Artigos Relacionados:⤵

 

Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
bottom of page