top of page

OS MELHORES EXERCÍCIOS DE PEITO NA ACADEMIA

Se você está em busca de um peitoral definido e imponente, você veio ao lugar certo! Neste artigo, vamos revelar os melhores exercícios de peito que você pode realizar na academia para alcançar resultados incríveis. Prepare-se para elevar o nível do seu treino e conquistar um peito invejável com esta seleção de exercícios poderosos.


Sabemos que o peito é um dos principais grupos musculares que chamam a atenção no corpo, e é por isso que dedicamos este artigo a ajudar você a maximizar o desenvolvimento dos seus músculos peitorais.


Independentemente do seu nível de experiência na academia, este guia irá fornecer informações valiosas e dicas de especialistas para ajudá-lo a conquistar um peito forte e bem definido.


Dos clássicos supinos aos exercícios mais avançados e técnicas específicas de isolamento, vamos abordar tudo o que você precisa saber para construir um peitoral impressionante.


Além disso, vamos explorar a importância da forma correta, da variação dos exercícios e da intensidade do treino para garantir que você esteja atingindo o máximo de resultados em cada sessão.


Este guia também apresentará rotinas de treino personalizáveis, com os exercícios de peito mais eficazes e o número ideal de séries e repetições. Seja o seu objetivo aumentar a força, a definição ou ambos, temos opções de treino para atender às suas necessidades e objetivos.


Então, prepare-se para elevar o seu treino de peito a um novo patamar. Este guia vai ajudar você a conquistar um peitoral poderoso, que será a inveja de todos na academia.


OS MELHORES EXERCÍCIOS PEITORAIS NA ACADEMIA

Este artigo vai cobrir tudo o que você precisa saber sobre o treino de peito na academia. Vamos começar com uma explicação sobre a anatomia do peito e como cada parte do músculo é trabalhada em diferentes exercícios.


Em seguida, vamos listar os melhores exercícios de peito e explicar como realizar cada um corretamente, com dicas para maximizar seus efeitos. Para ajudar tanto iniciantes quanto avançados, vamos fornecer planos de treino de peito para ambos os níveis, incluindo frequência e intensidade recomendadas.


Também vamos compartilhar dicas para otimizar o treino de peito e evitar lesões, além de explicar a importância da nutrição adequada e do treinamento complementar. Ao final, você terá tudo o que precisa para incorporar o treino de peito em sua rotina de exercícios e alcançar seus objetivos de saúde e condicionamento físico.


Anatomia do peito



O peito é um músculo grande que fica na parte frontal do tórax. Ele é composto principalmente pelo músculo peitoral maior e pelo peitoral menor.


O músculo peitoral maior é o principal músculo do peito e é responsável por movimentos como empurrar, puxar e levantar objetos pesados.


Ele é dividido em duas partes: a porção clavicular, que fica perto do ombro, e a porção esternal, que fica mais próxima do esterno. Já o peitoral menor é um músculo menor e mais profundo que fica abaixo do peitoral maior.


Ele é responsável por mover a escápula (ou ombro) para a frente e para baixo. Para fortalecer e tonificar o peito, é importante trabalhar ambos os músculos com exercícios específicos.



Cada parte do peito pode ser trabalhada em diferentes exercícios. A porção clavicular do músculo peitoral maior é mais ativada em movimentos de empurrar acima da cabeça, como o supino inclinado e o supino com halteres inclinado.


A porção esternal é mais ativada em movimentos de empurrar horizontalmente, como o supino reto e o supino com halteres. O peitoral menor pode ser trabalhado em exercícios que envolvem a elevação da escápula, como as flexões de escápula e as elevações laterais com halteres.


Alguns exercícios, como o crucifixo com halteres e o voador, trabalham todo o músculo peitoral de forma geral. Para um treino de peito completo, é importante incluir uma variedade de exercícios que visam cada parte do músculo de forma eficiente.


Exercícios de peito

Existem diversos exercícios de peito que podem ser realizados na academia. Aqui está uma lista dos melhores exercícios de peito:



OS MELHORES EXERCÍCIOS DE PEITO NA ACADEMIA

O supino reto é um exercício clássico de musculação que trabalha principalmente a porção esternal do peitoral maior, além dos ombros e tríceps.


Para realizar o supino reto, deite-se em um banco plano de supino com os pés apoiados no chão e segure a barra com as mãos na largura dos ombros.


Mantenha os cotovelos alinhados com os ombros e abaixe a barra em direção ao peito, mantendo os cotovelos próximos ao corpo. Em seguida, empurre a barra de volta para cima até que os braços estejam estendidos.

Certifique-se de manter os ombros pressionados contra o banco e os pés firmes no chão durante todo o exercício. É importante escolher uma carga adequada e realizar o movimento com técnica correta para evitar lesões e obter melhores resultados.


O supino reto pode ser modificado com o uso de halteres ou com a variação de inclinação do banco para trabalhar diferentes partes do peitoral um exercício clássico que trabalha toda a porção esternal do peitoral maior, além dos ombros e tríceps.



OS MELHORES EXERCÍCIOS DE PEITO NA ACADEMIA

O supino inclinado é um exercício de musculação que trabalha principalmente a porção clavicular do peitoral maior, além dos ombros e tríceps. Para realizar o supino inclinado, deite-se em um banco inclinado entre 30 e 45 graus com os pés apoiados no chão e segure a barra com as mãos na largura dos ombros.


Mantenha os cotovelos alinhados com os ombros e abaixe a barra em direção ao peito, mantendo os cotovelos próximos ao corpo. Em seguida, empurre a barra de volta para cima até que os braços estejam estendidos.


Certifique-se de manter os ombros pressionados contra o banco e os pés firmes no chão durante todo o exercício. É importante escolher uma carga adequada e realizar o movimento com técnica correta para evitar lesões e obter melhores resultados. O supino inclinado pode ser modificado com o uso de halteres ou com a variação de inclinação do banco para trabalhar diferentes partes do peitoral.


foca na porção clavicular do peitoral maior e nos ombros, com ênfase maior na parte superior do peito.



OS MELHORES EXERCÍCIOS DE PEITO NA ACADEMIA

O supino declinado é um exercício de musculação que trabalha principalmente a parte inferior do peitoral maior, bem como os tríceps. Para realizar o supino declinado, deite-se em um banco declinado com os pés fixados na plataforma ou em um suporte para que não escorreguem durante o movimento.


Drop set: A técnica avançada de musculação para maximizar seus resultados

Segure a barra com as mãos na largura dos ombros e mantenha os cotovelos alinhados com os ombros.


Em seguida, abaixe a barra em direção ao peito, mantendo os cotovelos próximos ao corpo, e empurre a barra de volta para cima até que os braços estejam estendidos.


Certifique-se de manter os ombros pressionados contra o banco e os pés firmes no suporte durante todo o exercício. É importante escolher uma carga adequada e realizar o movimento com técnica correta para evitar lesões e obter melhores resultados.


O supino declinado pode ser modificado com o uso de halteres ou com a variação de inclinação do banco para trabalhar diferentes partes do peitoral.


OS MELHORES EXERCÍCIOS DE PEITO NA ACADEMIA

O crucifixo com halteres é um exercício de musculação que trabalha principalmente a porção esternal do peitoral maior, bem como os ombros e tríceps.


Para realizar o exercício, deite-se em um banco plano com os pés apoiados no chão e segure um halter em cada mão. Levante os halteres sobre o peito com os braços estendidos e as palmas das mãos voltadas para cima.


Em seguida, abaixe os halteres lentamente em direção aos lados do corpo, mantendo os cotovelos levemente flexionados e os braços na linha dos ombros.

Sinta a contração do peitoral enquanto abaixa os halteres e volte à posição inicial estendendo os braços novamente.


É importante manter a técnica correta durante todo o exercício e escolher uma carga adequada. O crucifixo com halteres pode ser modificado com a variação de inclinação do banco ou com a realização do movimento de forma unilateral para trabalhar cada lado do peitoral de forma mais intensa.



OS MELHORES EXERCÍCIOS DE PEITO NA ACADEMIA

O voador, também conhecido como "fly", é um exercício de musculação que trabalha principalmente a porção esternal do peitoral maior, bem como os ombros e tríceps.


Para realizar o exercício, sente-se em uma máquina de voador com as costas retas e os braços abertos em um ângulo de cerca de 90 graus em relação ao corpo.


Mantenha os cotovelos levemente flexionados e abaixe os braços até que sinta a contração do peitoral. Em seguida, volte os braços à posição inicial, estendendo-os novamente.


É importante manter a técnica correta durante todo o exercício e escolher uma carga adequada. O voador pode ser modificado com a variação da posição dos braços e com a realização do movimento com halteres em vez da máquina, para trabalhar diferentes partes do peitoral.



OS MELHORES EXERCÍCIOS DE PEITO NA ACADEMIA

As flexões de braço são um exercício de musculação que trabalham principalmente a porção clavicular do peitoral maior, bem como os ombros, tríceps e músculos estabilizadores do core.


Para realizar as flexões de braço, comece apoiando as mãos no chão na largura dos ombros e estenda as pernas para trás, mantendo o corpo alinhado.


Em seguida, abaixe o corpo em direção ao chão, flexionando os cotovelos e mantendo o corpo alinhado e os cotovelos próximos ao corpo. Depois, empurre o corpo de volta para cima, estendendo os cotovelos novamente.


É importante manter a técnica correta durante todo o exercício e realizar o movimento com controle e amplitude adequados. As flexões de braço podem ser modificadas com a variação da largura das mãos ou com a realização do movimento com os joelhos apoiados no chão para diminuir a intensidade.


As flexões de braço são um exercício bastante versátil e podem ser realizadas em qualquer lugar, sem necessidade de equipamentos especiais.


Mergulho em paralelas:


OS MELHORES EXERCÍCIOS DE PEITO NA ACADEMIA

O mergulho em paralelas é um exercício de musculação que trabalha principalmente os tríceps, mas também envolve os músculos do peito, ombros e costas. Para realizar o mergulho em paralelas, posicione-se entre duas barras paralelas de altura suficiente para que os seus pés fiquem suspensos no ar. Apoie as mãos nas barras com os dedos apontando para a frente e os cotovelos estendidos.


Em seguida, abaixe o corpo, flexionando os cotovelos até que os braços formem um ângulo de 90 graus, mantendo as costas retas e os ombros para trás. Depois, empurre o corpo de volta à posição inicial, estendendo os braços completamente.


É importante manter uma boa técnica de execução durante todo o exercício e controlar o movimento para evitar lesões. O mergulho em paralelas pode ser modificado variando a largura das barras, a inclinação do corpo e a adição de peso para aumentar a intensidade do exercício.



OS MELHORES EXERCÍCIOS DE PEITO NA ACADEMIA

O pull-over com halteres é um exercício que trabalha principalmente a porção superior do peitoral, mas também envolve os músculos das costas e dos ombros. Para realizar o pull-over, deite-se em um banco com um halter em uma mão e o braço estendido acima do peito. Em seguida, abaixe o halter lentamente atrás da cabeça, mantendo os cotovelos ligeiramente flexionados e os braços estendidos.


Quando o halter estiver na altura da cabeça, inverta o movimento e leve-o de volta acima do peito, mantendo o controle do peso durante todo o exercício.


É importante manter uma boa técnica de execução durante todo o exercício e evitar arquear as costas ou balançar o halter para não sobrecarregar a coluna vertebral.


O pull-over com halteres pode ser modificado variando a posição do corpo e a escolha da carga para trabalhar diferentes partes do peitoral.



OS MELHORES EXERCÍCIOS DE PEITO NA ACADEMIA

A elevação lateral com halteres é um exercício que trabalha principalmente os músculos dos ombros, mas também envolve os músculos do peito e das costas.


Para realizar a elevação lateral, fique em pé com os pés afastados na largura dos ombros e um halter em cada mão. Em seguida, levante os braços lateralmente até a altura dos ombros, mantendo os cotovelos ligeiramente flexionados e os halteres em linha reta com os ombros.


Mantenha a contração nos ombros por alguns segundos e abaixe os halteres lentamente até a posição inicial.


É importante manter uma boa técnica de execução durante todo o exercício e evitar usar o impulso do corpo para levantar os halteres. A elevação lateral com halteres pode ser modificado variando a posição dos braços e a escolha da carga para trabalhar diferentes partes dos ombros.


Treino de peito para iniciantes:



Aqui está um plano de treino de peito para iniciantes:

  1. Supino reto: 3 séries de 10 repetições

  2. Crucifixo com halteres: 3 séries de 10 repetições

  3. Flexões de braço: 3 séries de 10 repetições

  4. Mergulho em paralelas: 3 séries de 10 repetições

  5. Elevação lateral com halteres: 3 séries de 10 repetições


Realize esse treino duas vezes por semana, deixando pelo menos um dia de descanso entre cada treino. Ao realizar cada exercício, preste atenção à técnica correta e comece com uma carga leve para evitar lesões. À medida que você se sentir mais confortável, aumente gradualmente a carga e o número de repetições para continuar progredindo.


Lembre-se de que, como iniciante, é importante ter cuidado para não sobrecarregar o corpo e, ao mesmo tempo, trabalhar o suficiente para estimular o crescimento muscular.


Certifique-se de incluir também exercícios para outros grupos musculares, como costas e pernas, em sua rotina de treino para alcançar um equilíbrio muscular completo.

Para seguir o plano de treino de peito para iniciantes, é importante manter uma frequência consistente e se concentrar na técnica adequada dos exercícios. Como mencionado anteriormente, este treino deve ser realizado duas vezes por semana, com pelo menos um dia de descanso entre cada sessão.


Quanto à intensidade, é importante começar com cargas leves e aumentar gradualmente à medida que o corpo se adapta e se fortalece. É melhor escolher uma carga que permita completar as séries e repetições prescritas com boa forma e sem exagerar.


No entanto, é importante lembrar que a progressão no treino não deve ser rápida demais. Se você aumentar a carga ou a frequência muito rapidamente, pode acabar se lesionando e prejudicando seus progressos a longo prazo. É importante encontrar um equilíbrio entre desafiar o corpo e permitir que ele se recupere adequadamente.


Além disso, é importante variar seus exercícios e intensidade ao longo do tempo para evitar platôs de treino e manter o corpo estimulado.


Por exemplo, uma vez que você se sentir mais confortável com o treino básico de peito para iniciantes, pode adicionar variações nos ângulos de inclinação do supino ou aumentar o número de séries e repetições.


Em resumo, para seguir o plano de treino de peito para iniciantes com sucesso, mantenha uma frequência consistente, aumente a intensidade gradualmente e varie os exercícios e intensidade ao longo do tempo. Com dedicação e consistência, você verá melhorias em seu peitoral e em sua aptidão geral.


Treino de peito para avançados:



Aqui está um plano de treino de peito para avançados:

  1. Supino reto: 4 séries de 6-8 repetições

  2. Supino inclinado com halteres: 4 séries de 8-10 repetições

  3. Crucifixo inclinado com halteres: 4 séries de 10-12 repetições

  4. Flexões de braço ponderadas: 4 séries de 8-10 repetições

  5. Pull-over com halteres: 4 séries de 10-12 repetições


Realize esse treino duas vezes por semana, deixando pelo menos um dia de descanso entre cada treino. Ao realizar cada exercício, mantenha a técnica correta e escolha uma carga que permita completar o número de repetições prescritas com boa forma.


Lembre-se de que, como avançado, é importante variar a intensidade do treino e estimular os músculos de maneiras diferentes. Considere adicionar técnicas avançadas, como séries de descanso-pausa, séries gigantes ou treinamento com pesos máximos, para continuar progredindo.

Também é importante garantir que você esteja se recuperando adequadamente entre os treinos de peito, o que pode incluir alongamento, massagem ou outras terapias de recuperação.


Além disso, é importante variar sua rotina de treino ao longo do tempo para evitar platôs e manter o corpo desafiado. Experimente diferentes variações de exercícios, como diferentes ângulos de inclinação no supino ou diferentes tipos de flexões, para manter seu treino fresco e desafiador.


Em resumo, para seguir um plano de treino de peito para avançados, mantenha uma frequência consistente, varie a intensidade e a técnica, recupere-se adequadamente entre os treinos e varie sua rotina de treino ao longo do tempo. Com dedicação e consistência, você continuará a progredir em sua aptidão física e alcançar novos níveis de força e desenvolvimento muscular.


Para seguir o plano de treino de peito para avançados, é importante ter em mente a frequência e intensidade dos exercícios.


Frequência: Este plano de treino é ideal para ser realizado duas vezes por semana. Certifique-se de deixar pelo menos um dia de descanso entre cada sessão para permitir que seus músculos se recuperem adequadamente.


Intensidade: A intensidade dos exercícios é importante para estimular o crescimento muscular e forçar o corpo a se adaptar. Para este plano de treino, recomenda-se realizar de 4 a 5 séries por exercício, com um intervalo de descanso de cerca de 90 segundos entre cada série.


Em termos de peso, escolha um peso que permita que você complete o número prescrito de repetições com boa forma, mas ainda desafie seus músculos. O objetivo é trabalhar em um nível de intensidade que permita que você complete o número prescrito de séries e repetições, mas ainda sinta fadiga muscular no final de cada conjunto.


Outra dica importante é variar a intensidade ao longo do tempo. Você pode aumentar a carga de peso conforme for ficando mais forte ou adicionar técnicas de treinamento avançadas, como séries de descanso-pausa ou séries gigantes, para manter seus músculos desafiados e progredindo continuamente.


Por fim, é importante lembrar-se de manter uma técnica adequada em todos os exercícios, para evitar lesões e garantir que você esteja trabalhando os músculos corretamente.


Se você não tem certeza de como realizar um exercício corretamente, é sempre uma boa ideia buscar a ajuda de um treinador pessoal ou profissional de educação física.


Conclusão:

Em resumo, neste artigo, discutimos a importância do treino de peito para a saúde geral e a aparência física. Cobrimos os principais músculos envolvidos no treino de peito e os exercícios mais eficazes para trabalhar cada parte do peito.


Também fornecemos um plano de treino para iniciantes e avançados, além de dicas para maximizar o efeito de cada exercício e evitar lesões durante o treino de peito.


Por fim, encorajamos os leitores a incorporar o treino de peito em sua rotina de exercícios, lembrando-os dos benefícios que podem ser obtidos com um treinamento de peito adequado, como aumento da força, melhora da postura e aumento da autoconfiança.


Lembre-se de que o treino de peito é apenas uma parte de uma rotina de exercícios completa e equilibrada, e é importante consultar um profissional de saúde antes de iniciar qualquer programa de treinamento intensivo.


Esperamos que você tenha gostado de ler este artigo e que tenha encontrado as informações úteis para melhorar o seu treino de peito. Se você achou este artigo interessante e informativo, por favor, considere compartilhá-lo com seus amigos e familiares que possam se beneficiar dessas dicas e informações.


Compartilhar este artigo pode ajudar a inspirar e motivar outras pessoas a alcançar seus objetivos de fitness e levar uma vida mais saudável. Então, não hesite em compartilhar em suas redes sociais e com as pessoas que você conhece.


Lembre-se de que o treino de peito é uma parte importante do treinamento de força e pode ajudá-lo a melhorar a aparência e a saúde geral do seu corpo. Continue aprimorando suas técnicas e experimentando diferentes exercícios para ver o que funciona melhor para você.


Obrigado por ler este artigo e por compartilhá-lo com sua comunidade. Juntos, podemos ajudar mais pessoas a alcançar seus objetivos de fitness e viver uma vida mais saudável e feliz

 

Ok se você chegou aqui é porque está querendo melhorar o seu físico certo? Aumentar um pouco a massa muscular, aumentar a definição dos músculos e ter um desenvolvimento melhor do seu corpo. você quer atingir um novo nível certo?


Afinal, quem não quer ficar com um corpo sarado e receber elogios não é mesmo? Claro, musculação é saúde, mas também é vaidade, por que não?


Afinal, passamos horas na academia e fazemos dieta e descanso adequados, queremos receber elogios sim. Agora sabe porque você não tem resultados expressivos na academia?


Sabe por que você não consegue passar esse platô de ganhos? Mesmo você sendo uma pessoa que treina a 4 ou 5 anos ? Porque, desculpe lhe informar, VOCÊ NÃO SABE TREINAR. É duro ler isso ? É. Mas alguém tem que dizer isso para você meu consagrado. Você passa horas vendo vídeos de musculação pelo youtube.


Vai em todos os canais, quer ver técnicas do fisiculturista A, B , C, fica horas procurando técnicas mirabolantes e comentando nos vídeos do pessoal maromba e no final das contas não sai do mesmo lugar.


Agora, se você faz isso tudo, você COM CERTEZA conhece o mestre Fernando Sardinha , certo? Então meu amigo, comece a fazer o treino evolution dele. Essa é a resposta que você tem para você mudar o patamar desse seu shape. Simples assim.


Digo isso porque, de longe, o Fernando é um cara com conhecimento diferenciado e respeitado por todos os lugares da musculação.


Você sabe disso, vê dezenas de vídeos dele pela internet e diversos outros profissionais falando sobre como ele tem um conhecimento fenomenal para passar.


Só jogar no youtube para ver isso.


Agora por que não ter acesso a essa biblioteca de conhecimento do Fernando todos os dias, no conforto do seu lar, fazendo você poupar horas da sua vida vendo videozinho aqui , videozinho ali.


Drop set: A técnica avançada de musculação para maximizar seus resultados

Pode parecer papo de vendedor. e de certo ponto tem muito disso mesmo, mas, sendo sincero, só recomendo o que é bom. Vender furada, muita gente vende, agora um material desse aqui, com a didática do Sardinha, não é gasto é um INVESTIMENTO que você faz em você e na sua saúde.


E assim meu consagrado, sei que a grana é curta e a maioria das vezes ninguém quer pagar por nada online e quer tudo de graça " a eu acho tudo isso de graça na internet, vendo vídeos do youtube " e sendo sincero, pode até ser que você encontre isso na internet mesmo.


Porém , tudo desorganizado, sem pé nem cabeça, sem começo, meio e fim, sem os detalhes que ele passa, sem a dedicação que ele coloca no trabalho. Meu amigo, quando falo de dedicação , é dedicação mesmo, quem conhece o Sardinha sabe o quanto ele é comprometido com o trabalho, com a musculação e o que ele entrega nesse método, realmente você não encontra muita gente entregando. Sem contar o valor que você paga, que é absolutamente ridículo de barato.


Basicamente você paga 50 reais para ter acesos a plataforma completo de conteúdo exclusivo feito pelo Sardinha.


Fazendo uns cálculos básicos, você paga 1,60 por dia para ter acesso a tudo isso. Meu nobre, não tem desculpa nem de não ter dinheiro, isso é menos que uma passagem de ônibus hoje em dia, por um material ÚNICO nesse mercado maromba.


A mas eu acho que não vou ter resultado porque isso não é para mim, etc. Bom, clica aqui e olha a tonelada de vídeos do que o pessoal fala sobre o método, sobre como tiveram resultados.


Vai ter o Paulo Muzy, Graciane Barbosa, Leo stronda, Renato Cariani, Julio Balestrin e mais um monte de gente falando sobre método. Você acha que esse pessoal ia se expor dessa forma se o sistema fosse ruim? Fala sério né meu amigo.

Aaaa e detalhe, você ainda tem 7 dias para usar a plataforma inteira. Se não gostar é só pedir o dinheiro de volta para a equipe do Sardinha que você tem o seu dinheiro de volta. Mas garanto para você que você vai achar é barato tudo isso que ele entrega.


E ainda tem mais, você vai ter acesso a mais de 5 bônus exclusivos que o Sardinha vai entregar para você. Enfim , pode ter sido um jaba, mas vou deixar você dar uma olhada melhor no site dele e ai você tira sua próprias conclusões. É melhor mostrar do que falar. Clique aqui para ver toda a plataforma do Fernando Sardinha.


Drop set: A técnica avançada de musculação para maximizar seus resultados

 

Artigos Relacionados:⤵

 

Referências:

  1. Schoenfeld, B. J., et al. (2016). "Muscular adaptations in low-versus high-load resistance training: A meta-analysis." European Journal of Sport Science 16(1): 1-10.

  2. American Council on Exercise (2017). "ACE Personal Trainer Manual."

  3. National Strength and Conditioning Association (2016). "Essentials of Strength Training and Conditioning."

  4. Fleck, S. J. and W. J. Kraemer (2014). "Designing Resistance Training Programs, 4th Edition." Human Kinetics.

  5. Boeckh-Behrens, W. U. and H. G. Buskies (2000). "Training for Speed, Agility, and Quickness." Human Kinetics.

  6. Baechle, T. R. and R. W. Earle (2008). "Essentials of Strength Training and Conditioning, 3rd Edition." Human Kinetics.

  7. Peterson, M. D., et al. (2010). "Strength and power training for older adults." Journal of Aging and Physical Activity 18(3): 401-424.

  8. Schoenfeld, B. J. (2010). "The mechanisms of muscle hypertrophy and their application to resistance training." Journal of Strength and Conditioning Research 24(10): 2857-2872.

Comentarios

Obtuvo 0 de 5 estrellas.
Aún no hay calificaciones

Agrega una calificación
bottom of page