top of page

Elevação Lateral Inclinada: Como Fazer Corretamente

Elevação lateral Inclinada é um exercício pouco usado na academia mas que faz total diferença quando falamos sobre desenvolvimento de deltoide lateral. Neste artigo vamos dar uns macetes e dicas sobre elevação lateral feita no banco inclinado.


Os deltoides laterais desempenham um papel crucial na estética e na funcionalidade dos ombros. Para muitos entusiastas do fitness e atletas, desenvolver essa parte específica dos ombros é essencial não apenas para a aparência, mas também para a força e estabilidade articulares.


Neste contexto, a elevação lateral inclinada surge como um exercício eficaz, direcionado precisamente para o fortalecimento e desenvolvimento dos deltoides laterais.


Ao longo deste artigo, exploraremos a importância desse grupo muscular e como a inclusão estratégica da elevação lateral inclinada pode ser um componente valioso em seu treino de ombros.


Vamos desvendar os benefícios desse exercício e entender por que ele se destaca como uma ferramenta essencial para aqueles que buscam ombros bem definidos e saudáveis.


Elevação Lateral Inclinada: Como Fazer Corretamente


Benefícios da Elevação Lateral Inclinada:


A elevação lateral inclinada pode ser um divisor de águas em relação ao seu treino de ombros, fechou? Vamos ver alguns benefícios que pode ser atribuídos para a elevação lateral inclinada.

Fortalecimento Específico dos Deltoides Laterais:

  • A elevação lateral inclinada direciona o foco de maneira específica para os deltoides laterais.

  • Esse direcionamento preciso contribui para o fortalecimento significativo dessa parte dos ombros.

Aparência mais Larga e Esteticamente Agradável:

  • Ao desenvolver os deltoides laterais, a elevação lateral inclinada ajuda a criar uma aparência mais larga e esteticamente agradável dos ombros.

  • Isso é especialmente valorizado por aqueles que buscam o desenvolvimento proporcional e simétrico dos grupos musculares.

Envolvimento dos Músculos Estabilizadores devido à Inclinação:

  • A inclinação do corpo durante o movimento envolve naturalmente os músculos estabilizadores.

  • Isso não apenas fortalece esses músculos secundários, mas também contribui para uma maior estabilidade geral dos ombros durante diversos movimentos.

A combinação desses benefícios faz da elevação lateral inclinada um exercício valioso para aqueles que buscam não apenas a força funcional dos deltoides laterais, mas também uma estética equilibrada e uma base sólida para a estabilidade dos ombros.


Como fazer a Elevação Lateral Inclinada



Posicionamento Inicial:

  • Deite-se de lado em um banco inclinado a 45 graus, garantindo que seu corpo esteja totalmente apoiado.

  • Segure um haltere em cada mão, com os braços estendidos ao longo do corpo.

Levantamento dos Halteres:

  • Levante os halteres para fora, mantendo os braços ligeiramente flexionados.

  • Concentre-se na elevação dos deltoides laterais, evitando que os halteres ultrapassem a linha do corpo.

Contração Máxima:

  • Ponto Mais Alto:

    • No ponto mais alto do movimento, contraia os deltoides laterais por um breve momento.

    • Mantenha a contração para otimizar a ativação muscular e maximizar os benefícios do exercício.

Descida Controlada:

  • Baixa dos Halteres:

    • Inicie a descida controlada dos halteres de volta à posição inicial.

    • Evite movimentos rápidos ou bruscos, enfatizando o controle para manter a tensão nas deltoides.

Dicas Importantes:

  • Controle da Pegada:

    • Mantenha uma pegada firme nos halteres, garantindo estabilidade durante o movimento.

  • Amplitude Adequada:

    • Mantenha uma amplitude de movimento controlada, evitando movimentos exagerados que possam comprometer a técnica.

  • Respiração Coordenada:

    • Exale ao levantar os halteres e inspire ao baixá-los, coordenando a respiração com o movimento.

Ao seguir esses passos e dicas, você realiza a elevação lateral inclinada de maneira eficaz, proporcionando um estímulo adequado para o desenvolvimento dos deltoides laterais.


Certifique-se de ajustar a carga de acordo com sua capacidade individual e mantenha a consistência para colher os benefícios máximos desse exercício.


Número de Séries e Repetições:



Bom sabemos que o número de séries varia muito de pessoa para pessoa, mas vamos tentar trabalhar aqui com uma média do que vemos na nossa academia de forma a facilitar o seu resultado ok?

  • Recomendação de 3 a 4 séries por sessão.

  • Realize 10 a 15 repetições em cada série.

Dicas:

  • Ajuste o número de séries e repetições de acordo com sua capacidade individual e nível de condicionamento.

  • Para iniciantes, pode ser apropriado começar com o menor número de séries e repetições, progredindo conforme a força e resistência aumentam.

  • Se estiver buscando força e hipertrofia, opte por um número menor de repetições com uma carga mais pesada.

  • Para resistência muscular e definição, escolha um número maior de repetições com uma carga moderada.

Importante: Lembre-se de aquecer adequadamente antes de iniciar as séries, e ajuste a carga dos halteres de acordo com sua capacidade e objetivos. A chave para o sucesso é a consistência e a progressão gradual ao longo do tempo.


Conclusão:


Em resumo, a execução correta da elevação lateral inclinada é essencial para direcionar o foco aos deltoides laterais de maneira precisa.


Ao seguir os passos delineados, desde o posicionamento inicial até a contração máxima e a descida controlada, você não apenas fortalece essa área específica dos ombros, mas também promove uma aparência mais larga e esteticamente agradável.


Os benefícios estendem-se além do desenvolvimento muscular, abrangendo o envolvimento dos músculos estabilizadores devido à inclinação, contribuindo para a estabilidade global dos ombros. Com uma recomendação de 3 a 4 séries de 10 a 15 repetições, adaptadas à sua capacidade individual, a inclusão consistente deste exercício é um passo crucial para um treino de ombros eficaz e equilibrado.


Portanto, encorajo-o a integrar a elevação lateral inclinada de forma consistente em sua rotina de treino. Ao fazê-lo, não apenas aprimora sua estética muscular, mas também constrói uma base sólida para a estabilidade dos ombros.


Lembre-se de ajustar a carga, permanecer consistente e apreciar os resultados de um treino bem planejado e executado. Essa prática constante não apenas contribuirá para o desenvolvimento dos deltoides laterais, mas também para a saúde e a funcionalidade globais dos seus ombros.


 

Você pode Se interessar por ⤵

 

bottom of page