top of page

Paralelas: O que é, Para que Serve e Como Fazer

Deseja fortalecer seus músculos superiores sem a necessidade de equipamentos complexos ou frequentar uma academia? O exercício paralela é a solução ideal para você! Com a prática desse exercício simples e eficaz, você pode obter resultados incríveis no conforto da sua casa.


Neste guia abrangente, vamos explorar técnicas corretas, variações desafiadoras e uma visão completa dos benefícios proporcionados pelo exercício paralela para os músculos do peitoral, ombros, tríceps e abdômen.


Quando se trata de fortalecer a parte superior do corpo, as barras paralelas são um recurso valioso. Essas estruturas horizontais ajustáveis oferecem uma gama versátil de exercícios que podem ser realizados em qualquer ambiente.


Ao incorporar o exercício paralela em sua rotina de treinamento, você estará trabalhando os músculos-chave que desempenham um papel fundamental na força, estabilidade e aparência física.


Além disso, o exercício paralela oferece uma variedade de variações para atender às suas necessidades e níveis de habilidade.


Seja você um iniciante procurando desenvolver uma base sólida ou um entusiasta de fitness avançado em busca de desafios, há opções adequadas para todos os níveis. Prepare-se para descobrir os segredos dessa prática versátil e elevar seus treinos para o próximo nível com o exercício paralela!


Exercício Paralela sendo demonstrado nessa imagem

O que é tríceps Paralela??

Imagine duas barras horizontais flutuando no ar, perfeitamente alinhadas em uma dança harmoniosa. Essas são as barras paralelas, um equipamento de treinamento que é como uma passagem secreta para a construção de músculos superiores impressionantes.


Colocadas em altura ajustável, essas barras mágicas oferecem uma infinidade de exercícios desafiadores e recompensadores.


Com as barras paralelas, você não está limitado a trabalhar apenas um grupo muscular de cada vez. Pelo contrário, esse equipamento astuto permite que você ataque vários grupos musculares superiores simultaneamente.


Imagine seus músculos do peitoral, ombros, tríceps e abdômen se unindo em perfeita sincronia, como um coro poderoso se apresentando em um espetáculo fitness.

Essas barras paralelas são verdadeiros artistas da força e estabilidade.


Ao usá-las em seus treinos, você não só construirá músculos, mas também desenvolverá uma base sólida de equilíbrio e postura corporal.


O melhor de tudo é que você pode ajustar a altura das barras de acordo com suas necessidades, permitindo que pessoas de diferentes estaturas e níveis de habilidade participem dessa dança fitness.


Portanto, dê as boas-vindas às barras paralelas em sua rotina de treinamento e experimente a mágica de trabalhar vários grupos musculares superiores de uma só vez. Prepare-se para alcançar novos patamares de força, resistência e uma silhueta invejável.


As barras paralelas estão prontas para transformar seu corpo em uma obra-prima fitness.

Vamos embarcar nessa jornada e testemunhar a harmonia de músculos trabalhando em conjunto


Qual músculo trabalha na Paralela?


compreender quais músculos são trabalhados durante o exercício de tríceps nas barras paralelas é fundamental para quem busca um treino eficaz e equilibrado.


Já mencionamos que o tríceps braquial é o músculo primário recrutado nesse movimento, mas vamos explorar com mais detalhes o papel dos músculos envolvidos e como o exercício pode ser uma adição valiosa ao seu programa de treinamento.


  1. Tríceps Braquial: O nome do exercício já sugere seu foco principal, o tríceps. Essa musculatura composta por três cabeças - longa, medial e lateral - é a que realiza a extensão do cotovelo, movimento fundamental ao empurrar o corpo de volta à posição inicial. O trabalho intenso do tríceps nas barras paralelas é o que contribui para a definição e o desenvolvimento dessa região do braço.

  2. Peitoral Maior (parte inferior): Embora o foco principal seja o tríceps, o peitoral maior, em particular a porção inferior, também é ativado durante o exercício. Isso ocorre, especialmente, na fase de descida, quando os cotovelos se flexionam e os ombros se movem para a frente. Esse envolvimento do peitoral ajuda a estabilizar e equilibrar o movimento.

  3. Deltoides Anteriores: Os deltoides anteriores, que são os músculos dos ombros na parte da frente, auxiliam na elevação do corpo durante o movimento ascendente das barras paralelas. Embora não sejam o músculo principal envolvido, contribuem para o movimento e também são fortalecidos durante o exercício.

  4. Músculos das Costas: A parte superior das costas, incluindo o grande dorsal, também desempenha um papel importante, principalmente na fase descendente do exercício. Esses músculos ajudam a controlar o movimento à medida que você abaixa o corpo e estabilizam os ombros.


Portanto, o exercício de tríceps nas barras paralelas é uma maneira eficaz de desenvolver e fortalecer o tríceps, enquanto também envolve outros músculos para estabilização e equilíbrio.


Adicionar esse movimento ao seu treino de braços pode contribuir significativamente para o desenvolvimento dessa região e melhorar sua força geral. No entanto, lembre-se de realizar o exercício com técnica adequada e, se você é iniciante, considere começar com auxílio ou orientação profissional para evitar lesões.


Com dedicação e consistência, você poderá colher os benefícios desse exercício versátil.

Benefícios do exercício paralela:

Imagine seus músculos superiores se transformando em um exército de heróis, prontos para enfrentar qualquer desafio. O exercício paralela é o treinamento secreto que irá fortalecer seu peitoral, ombros, tríceps e abdômen, transformando-os em uma verdadeira equipe de super-heróis do fitness.


Ao embarcar na jornada do exercício paralela, você estará construindo um poderoso escudo de músculos no peitoral, capaz de se destacar e impressionar a todos ao seu redor. Seus ombros, antes tímidos, se erguerão com confiança, exibindo uma força digna de um super-herói. Os tríceps, agora incansáveis, estarão prontos para enfrentar qualquer desafio com bravura.


Mas os benefícios não param por aí. O exercício paralela também é o segredo para uma postura invencível e uma estabilidade de core inabalável.


Seu core, o núcleo do seu poder, se tornará uma fortaleza, proporcionando uma base sólida para todos os seus movimentos. E sua postura corporal, outrora desafiada, se transformará em uma atitude confiante e poderosa, refletindo a força que você conquistou.


E não se esqueça da magia das variações de exercícios que o exercício paralela oferece. Com um mundo de opções à sua disposição, você poderá direcionar seus esforços para diferentes grupos musculares, personalizando seu treino de acordo com suas metas e preferências.


Seja para fortalecer os músculos do peito, atingir os ombros de forma intensa, definir os tríceps ou esculpir o abdômen dos seus sonhos, o exercício paralela tem a chave para abrir todas as portas.


Então, abrace o desafio do exercício paralela e libere o super-herói que existe dentro de você. Fortaleça seus músculos, melhore sua estabilidade e assuma o controle do seu corpo.


Você está prestes a descobrir um mundo de força, poder e versatilidade que o exercício paralela pode proporcionar. Seja o herói da sua própria história fitness e desafie seus limites com esse treinamento único!


Como treinar tríceps na Paralela?:


Exercício Paralela sendo demonstrado nessa imagem

Imagine-se em posição de suspensão no ar, segurando as barras paralelas com suas mãos. Essa é a posição inicial para o exercício paralela, onde a magia começa a acontecer.


Certifique-se de que as barras estejam firmes e estáveis para que você possa se concentrar totalmente no movimento.


A técnica correta é essencial para obter resultados efetivos. Ao realizar o exercício paralela, concentre-se na flexão e extensão dos braços de maneira controlada e fluida.


Mantenha os cotovelos próximos ao corpo durante todo o movimento, evitando que se projetem para os lados. Essa técnica adequada garantirá que você esteja direcionando a tensão para os músculos desejados, promovendo um treinamento eficaz.


imagem da forma de execução do Crunches abdominais

Um elemento crucial é manter o corpo alinhado durante todo o exercício. Evite balançar as pernas ou usar impulso para impulsionar o movimento.


Seu objetivo é manter uma postura estável, com o corpo reto e paralelo ao chão. Isso ajudará a maximizar o recrutamento muscular e a evitar lesões.


Lembre-se, a chave para o sucesso no exercício paralela é o controle e a técnica adequada. Ao executar cada repetição, concentre-se em cada detalhe do movimento, desde a posição inicial até a flexão e extensão dos braços.


Mantenha seu corpo alinhado, sinta a contração muscular e respire de maneira adequada.


Com o tempo e a prática, você dominará esse exercício e colherá os benefícios de um corpo mais forte e definido.


Variações do exercício paralela:

Explore as incríveis variações do exercício paralela para diversificar seu treinamento e desafiar ainda mais seus músculos:


  1. Dip Tradicional: Essa é a variação clássica do exercício paralela, focando no fortalecimento dos tríceps e peitoral. Inicie na posição de suspensão, com as barras paralelas seguras. Flexione os braços lentamente, mantendo os cotovelos próximos ao corpo, e depois estenda-os de volta à posição inicial. Sinta a queima nos tríceps e no peito enquanto você realiza esse movimento controlado.

  2. Dip com Pernas Levantadas: Elevar as pernas durante o movimento do dip adiciona um desafio extra aos músculos abdominais. Execute o dip tradicional, mas ao flexionar os braços, levante as pernas estendidas à frente do corpo, mantendo-as paralelas ao chão. Essa variação não apenas trabalha os tríceps e o peitoral, mas também intensifica o envolvimento dos músculos abdominais, fortalecendo o core e adicionando um componente de equilíbrio ao exercício.

  3. Dip com Apoio Unipodal: Se você está pronto para um desafio avançado, experimente o dip com apoio unipodal. Nessa variação, você realiza o dip tradicional, mas apoia apenas um pé no chão enquanto mantém o outro no ar. Isso requer maior estabilidade e força do core, além de aumentar a demanda nos braços e músculos do peitoral. Certifique-se de alternar o apoio dos pés para trabalhar ambos os lados de forma equilibrada.


Ao incorporar essas variações ao seu treinamento de exercício paralela, você estará desafiando diferentes grupos musculares e adicionando variedade aos seus treinos.


Lembre-se de manter a técnica correta em cada variação, concentrando-se na contração muscular e no controle dos movimentos.


Aproveite o poder do exercício paralela em todas as suas formas para alcançar um corpo forte, tonificado e equilibrado.


O que substitui a Paralela?


Se você não tem acesso a barras paralelas ou deseja opções alternativas para trabalhar os mesmos músculos, existem vários exercícios que podem ser substitutos eficazes. Aqui estão algumas alternativas para o exercício nas barras paralelas que visam principalmente o tríceps e músculos relacionados:


  1. Tríceps no Banco (Dips em um Banco): Este exercício é semelhante ao tríceps nas barras paralelas, mas pode ser feito usando dois bancos paralelos ou superfícies elevadas, como cadeiras. Sente-se entre os bancos, coloque as mãos nas bordas com os dedos apontados para a frente e estenda as pernas à sua frente. Baixe o corpo dobrando os cotovelos até que seus braços estejam em um ângulo de 90 graus e, em seguida, volte à posição inicial. Isso é eficaz para trabalhar os tríceps.

  2. Tríceps com Halteres ou Barra: Você pode fazer extensões de tríceps deitado usando um halter ou uma barra. Deite-se de costas em um banco, segure o halter ou a barra com as mãos e estenda os braços sobre o peito. Dobre os cotovelos para baixar o peso em direção à testa e, em seguida, estenda os braços de volta. Isso é ótimo para isolar o tríceps.

  3. Flexões (Push-Ups): As flexões são um exercício clássico que trabalha não apenas o tríceps, mas também o peitoral e os ombros. Para enfatizar mais os tríceps, você pode realizar flexões diamante, onde coloca as mãos próximas uma da outra sob o peito, formando um diamante com os polegares e os indicadores.

  4. Máquina de Tríceps (Tricep Pushdown Machine): Se você tem acesso a uma academia, a máquina de tríceps é uma excelente alternativa. O movimento de empurrar a barra para baixo com as mãos ajuda a isolar os tríceps.

  5. Extensão de Tríceps com Corda (Tricep Pushdown with Rope): Esta é outra opção de máquina em uma academia. A extensão de tríceps com corda permite que você se concentre no tríceps enquanto empurra a corda para baixo.

  6. Extensões de Tríceps com Halteres (Tricep Kickbacks): Com um halter em cada mão, dobre o tronco para a frente e estenda os braços para trás em direção às coxas. Isso é eficaz para trabalhar o tríceps.


Certifique-se de escolher exercícios que se encaixem nas suas necessidades e no equipamento disponível. A técnica adequada é essencial para evitar lesões, por isso, se você for iniciante ou tiver dúvidas, considere procurar orientação de um profissional de educação física.


Dicas adicionais:


Arnold demonstrando o Exercício Paralela

Aqui estão algumas dicas adicionais para a prática segura e eficaz do exercício paralela:


  1. Aquecimento Adequado: Antes de iniciar o exercício paralela, aqueça os músculos e articulações com alguns minutos de atividade cardiovascular leve, como pular corda ou fazer polichinelos. Em seguida, faça exercícios de mobilidade para preparar os ombros, cotovelos e pulsos para o movimento. Isso ajudará a evitar lesões e melhorar o desempenho.

  2. Progressão Gradual: Se você é um iniciante no exercício paralela, comece com variações mais simples, como os dips tradicionais. À medida que ganha força e confiança, progrida para variações mais desafiadoras, como o dip com pernas levantadas ou o dip com apoio unipodal. Respeite seu corpo e evite pular etapas, permitindo um progresso gradual e seguro.

  3. Postura e Respiração: Mantenha uma postura correta durante todo o exercício paralela. Mantenha os ombros para trás, o peito aberto e a coluna neutra. Evite curvar as costas ou desleixar os ombros. Além disso, concentre-se em controlar a respiração, inspirando pelo nariz durante a fase descendente do movimento e expirando pela boca ao empurrar para cima.

  4. Escute seu Corpo: É importante escutar seu corpo durante o exercício paralela. Se sentir dor ou desconforto excessivo, pare o exercício imediatamente e consulte um profissional de saúde. Respeite seus limites individuais e evite a tentação de realizar excesso de carga ou repetições além da capacidade do seu corpo. O descanso adequado entre as sessões de treino também é essencial para permitir a recuperação muscular.


Lembre-se sempre de priorizar a segurança e a técnica adequada ao realizar o exercício paralela. Com o tempo e a prática consistente, você verá melhorias significativas em força, resistência e definição muscular.


Desfrute dos benefícios dessa prática versátil e desafiadora, e aproveite o progresso em direção aos seus objetivos fitness.


 

Você Talvez se Interesse por:⤵

 


Conclusão:

Em conclusão, o exercício paralela é uma poderosa ferramenta para fortalecer os músculos superiores do corpo, incluindo o peitoral, ombros, tríceps e abdômen.


Sua capacidade de trabalhar múltiplos grupos musculares simultaneamente o torna um exercício eficiente e eficaz. Além disso, o exercício paralela melhora a estabilidade do core, a postura corporal e oferece uma variedade de variações para atingir diferentes grupos musculares.


Portanto, encorajamos você a experimentar o exercício paralela em casa ou em sua academia e desfrutar dos incríveis resultados que ele pode oferecer. Comece com as variações mais simples e vá progredindo gradualmente, ouvindo sempre o seu corpo e respeitando seus limites individuais.


É importante lembrar que, se você tiver dúvidas sobre a execução correta do exercício paralela ou desejar progredir ainda mais em seu treinamento, é altamente recomendado buscar a orientação de um profissional de educação física ou um personal trainer.


Eles podem fornecer um acompanhamento personalizado, garantir que você esteja executando os exercícios corretamente e ajustar o treinamento de acordo com suas necessidades e metas específicas.


Então, não espere mais! Desafie-se com o exercício paralela e experimente os benefícios transformadores que ele pode trazer para o seu corpo e sua saúde.


Prepare-se para fortalecer seus músculos, melhorar sua postura e alcançar um novo nível de condicionamento físico. Você está prestes a embarcar em uma jornada de força, vitalidade e conquistas. Vamos lá!


Referências:

  1. Clark, M., Lucett, S., & Sutton, B. (Eds.). (2018). NASM Essentials of Personal Fitness Training. Jones & Bartlett Learning.

  2. American Council on Exercise (ACE): Recursos e artigos disponíveis em seu site oficial: https://www.acefitness.org/

  3. National Academy of Sports Medicine (NASM): Informações sobre treinamento e certificações disponíveis em seu site oficial: https://www.nasm.org/

  4. Pinto, R. S., Gomes, N., Radaelli, R., Botton, C. E., Brown, L. E., & Bottaro, M. (2012). Effect of range of motion on muscle strength and thickness. Journal of Strength and Conditioning Research, 26(8), 2140-2145.

  5. Calatayud, J., Borreani, S., Colado, J. C., Martin, F., Tella, V., & Andersen, L. L. (2014). Bench press and push-up at comparable levels of muscle activity results in similar strength gains. Journal of Strength and Conditioning Research, 28(10), 2753-2762.

  6. Escamilla, R. F., Lewis, C., Bell, D., Bramblet, G., Daffron, J., Lambert, S., ... & Andrews, J. R. (2010). Core muscle activation during Swiss ball and traditional abdominal exercises. Journal of Orthopaedic & Sports Physical Therapy, 40(5), 265-276.

Comentarios

Obtuvo 0 de 5 estrellas.
Aún no hay calificaciones

Agrega una calificación
bottom of page