top of page

Treino Drop Set Completo: O que é, Como fazer e Para que Serve

O treino Drop Set é uma técnica de muita eficácia na hora de evoluir seus treinos e quebrar aquele platô que muitas das vezes você atinge quando está na academia. O drop Set vai cair como uma luva para quem está naquele marasmo de mesmos exercícios e não vê mais resultados ou vê pouco progresso no desenvolvimento. Neste artigo vamos explicar tudo sobre o Treino Drop Set. Como fazer , para que serve, músuculos que respondem melhor a esse tipo de estímulo, enfim , tudo de forma detalhada para ajudar você no seu melhor desenvolvimento físico.


Bora lá.


Treino Drop Set Completo

O que significa um Drop-Set Completo?


Antes de começarmos esse artigo e nos apronfudar nesse tema em questão, você sabe o que significa um drop-set? ok, vamso contextualizar você em detalhes sobre isso então. Um drop-set, também conhecido como "drop-setting" ou "dropsetting", é uma técnica de treinamento usada em musculação e levantamento de peso.


Essa técnica envolve a realização de um exercício até a falha muscular e, em seguida, reduzir imediatamente o peso e continuar o exercício para realizar mais repetições até atingir a falha novamente.


O processo pode ser repetido várias vezes, com reduções sucessivas no peso, permitindo que o praticante continue a trabalhar os músculos até a exaustão.


O objetivo principal do drop-set é aumentar a intensidade do treino e promover a fadiga muscular, o que pode levar a um maior estresse nos músculos e, potencialmente, ao crescimento muscular.


Por exemplo, se estiver fazendo um drop-set em supino, você começaria com um peso pesado e faria o máximo de repetições possível até a falha. Em seguida, reduziria imediatamente o peso (geralmente em torno de 20-30% do peso inicial) e continuaria a realizar mais repetições até a falha novamente. Esse processo pode ser repetido com várias reduções de peso, proporcionando um desafio contínuo aos músculos.


Benefícios do Treino Drop Set Completo: Potencializando Ganhos



Vamos entender, antes de mais nada, o que um treino drop set completo e bem executado pode ofertar para você e para o seu corpo. Essa é uma estratégia que vai além da abordagem tradicional de exercícios, proporcionando uma série de benefícios que podem potencializar significativamente os ganhos no treinamento físico. Cmo dissemos anteriormente, você pode usar esse método de treino para romper barreiras e elevar o patamr do seu treino na academia.


Vamos explorar esses benefícios, destacando como essa metodologia inovadora pode impulsionar seus resultados.


1. Aumento da Fadiga Muscular:

  • Estímulo Máximo: O treino drop set completo leva os músculos à fadiga máxima, desafiando as fibras musculares de uma forma única.

  • Ativação de Fibras Adicionais: A rápida redução de carga entre os sets estimula diferentes fibras musculares, maximizando o recrutamento e o trabalho muscular.

2. Estímulo do Crescimento Muscular:

  • Adaptações Anabólicas: A fadiga induzida pelo treino drop set completa pode desencadear adaptações anabólicas, promovendo o crescimento muscular.

  • Liberação de Hormônios: A intensidade do treino estimula a liberação de hormônios anabólicos, como o hormônio do crescimento, favorecendo o desenvolvimento muscular.

3. Eficiência no Tempo de Treino:

  • Mais em Menos Tempo: O formato sequencial do treino drop set completo permite realizar uma quantidade significativa de trabalho em um curto período.

  • Treinos Mais Curtos: Ideal para aqueles com agendas ocupadas, essa eficiência de tempo não compromete a qualidade do treino.

4. Otimização do Volume de Treino:

  • Mais Volume, Menos Lesões: Ao otimizar o tempo, é possível incorporar mais volume de treino sem aumentar a duração das sessões.

  • Menos Estresse nas Articulações: A redução de carga em cada set minimiza o estresse nas articulações, permitindo um maior volume sem sobrecarregar o corpo.

5. Variação Estimulante:

  • Quebra da Rotina: A natureza desafiadora do treino drop set completo quebra a monotonia, proporcionando uma abordagem estimulante e motivadora.

  • Adaptação Constante: A variação constante estimula o corpo a se adaptar continuamente, evitando platôs de treinamento.

Ao incorporar o treino drop set completo em sua rotina, você não apenas desafia seus limites, mas também aproveita os benefícios significativos que podem impulsionar seus ganhos de maneira eficaz.


Essa metodologia inovadora oferece uma abordagem dinâmica para aqueles que buscam resultados expressivos, combinando eficiência, intensidade e estímulo muscular máximo.


Como fazer um Treino Drop Set Completo na musculação?



O treino drop set completo é uma estratégia dinâmica que envolve uma abordagem sequencial de exercícios, visando maximizar a fadiga muscular e potencializar os ganhos. Aqui está um guia passo a passo detalhado para executar um treino drop set completo de maneira eficaz:


1. Escolha dos Exercícios:

  • Variedade Muscular: Selecione exercícios que abranjam diferentes partes do corpo ou grupos musculares.

  • Totalidade do Corpo: Busque uma variedade que permita abordar a totalidade do corpo durante o treino drop set.

2. Determinação da Carga Inicial:

  • Equilíbrio Desafio/Forma: Escolha uma carga que permita a realização de aproximadamente 8 a 10 repetições no primeiro set.

  • Importância do Equilíbrio: Encontre o equilíbrio entre desafio e manutenção da forma adequada.

3. Realização do Primeiro Set:

  • Execução Controlada: Execute as repetições de forma controlada, enfatizando a técnica adequada.

  • Próximo à Falha Muscular: Leve o primeiro set próximo à falha muscular, maximizando o estímulo nos músculos.

4. Redução da Carga (Drop):

  • Sem Intervalo: Após o primeiro set, reduza imediatamente a carga, sem intervalo.

  • Peso Menor: Utilize um peso menor que permita continuar o exercício sem comprometer a forma.

5. Execução dos Sets Subsequentes:

  • Formato de Drop Set: Continue o treino em formato de drop set, reduzindo a carga conforme necessário.

  • Manutenção da Intensidade: Mantenha a intensidade ao longo dos sets, focando no controle do movimento.

Ao seguir esse passo a passo, você cria um ambiente de treino dinâmico e desafiador, otimizando a fadiga muscular e promovendo ganhos significativos. A continuidade do treino em formato de drop set garante uma intensidade constante, proporcionando uma experiência completa e eficaz.


Quais exercícios fazer drop-set?




O método drop-set pode ser aplicado a uma variedade de exercícios, especialmente aqueles que envolvem o uso de pesos livres ou máquinas de resistência. Isso significa que, basicamente, qualquer exercício pode receber essa técnica de treino. Por isso ela se torna tão versátil quando falamos de treino porque você pode aplicar esses fundamentos em grande parte das séries.


Aqui estão os exemplos mais comuns de exercícios nos quais você pode incorporar drop-sets:


  1. Supino (Bench Press):

  • Comece com um peso mais pesado até a falha.

  • Reduza o peso e continue até a falha novamente.

  • Repita esse processo conforme desejado.

  1. Rosca Direta (Bicep Curl):

  • Use uma barra ou halteres para fazer o máximo de repetições até a falha.

  • Reduza o peso e continue o exercício até a falha novamente.

  • Prossiga com mais reduções de peso, se necessário.

  1. Leg Press:

  • Realize o exercício com uma carga significativa até atingir a falha.

  • Reduza a carga e continue até a falha novamente.

  • Repita conforme necessário.

  1. Pulldown (Lat Pulldown):

  • Comece com uma carga desafiadora até a falha muscular.

  • Reduza o peso e continue o exercício até a falha.

  • Continue com quedas adicionais de peso, se apropriado.

  1. Agachamento (Squat):

  • Execute o agachamento com um peso considerável até não conseguir mais.

  • Reduza o peso e continue o movimento até a falha.

  • Continue com quedas progressivas de peso, se possível.

  1. Desenvolvimento de Ombro (Shoulder Press):

  • Inicie com um peso desafiador até a falha.

  • Reduza o peso e continue até a falha novamente.

  • Repita o processo para intensificar o treino.

Lembre-se de que o drop-set é uma técnica intensa, por isso é importante ajustar o peso de maneira apropriada para evitar lesões. Além disso, nem todos os treinos precisam incorporar drop-sets, e é aconselhável variar suas rotinas de treino para evitar a estagnação e prevenir lesões por sobrecarga.


Quantas séries você deve fazer no drop-set:


O número de séries em um drop-set pode variar dependendo dos objetivos individuais, da intensidade desejada e do nível de condicionamento físico. Não há uma regra rígida e rápida sobre quantas séries você deve fazer em um drop-set, pois isso pode depender da resposta do seu corpo ao treinamento.

No entanto, uma abordagem comum é realizar de 2 a 4 séries de drop-set para um exercício específico. Aqui está um exemplo hipotético de como você pode estruturar as séries em um drop-set:

  1. Série 1:

  • Realize o exercício com um peso desafiador até a falha.

  • Reduza o peso e continue até a falha novamente.

  1. Série 2:

  • Inicie com um peso desafiador até a falha.

  • Reduza o peso e continue até a falha novamente.

  1. Série 3 (opcional):

  • Se você ainda estiver se sentindo capaz, faça uma terceira série com a mesma abordagem.

Lembre-se de que o drop-set é uma técnica intensa, e pode não ser necessário aplicá-la em todos os exercícios ou em todas as sessões de treino. É importante prestar atenção ao seu corpo, permitindo o tempo de recuperação adequado e evitando overtraining.


Além disso, é crucial ajustar a intensidade do drop-set de acordo com seus objetivos. Se o objetivo é ganhar força, pode ser mais eficaz fazer menos repetições com pesos mais pesados.


Se o objetivo é o desenvolvimento muscular e a resistência, pode ser mais apropriado fazer mais repetições com pesos mais leves. A chave é adaptar a técnica às suas metas pessoais e à sua capacidade de recuperação.


Quanto tempo descansar no Treino Drop-Set Completo


O tempo de descanso no treino drop-set completo pode variar dependendo dos objetivos específicos do treino e da intensidade desejada. No entanto, a ideia geral do drop-set é manter o tempo de descanso curto entre as séries para manter a intensidade e a fadiga muscular.

Aqui estão algumas diretrizes gerais para o tempo de descanso no treino drop-set completo:


  1. Entre as reduções de peso:

  • O descanso entre as reduções de peso geralmente é curto e pode variar de 10 a 30 segundos. O objetivo é minimizar a recuperação muscular e manter a fadiga.

  1. Entre as séries do drop-set:

  • Entre as séries consecutivas de drop-set (após a redução de peso), o descanso pode ser um pouco mais longo, mas ainda assim deve ser mantido relativamente curto, entre 30 segundos a 1 minuto.

  1. Descanso após o treino:

  • Após a conclusão do treino drop-set completo para um exercício específico, você pode tirar um descanso mais longo antes de passar para o próximo exercício. O descanso aqui pode variar de 1 a 2 minutos.

É importante notar que o tempo de descanso pode ser ajustado com base na sua condição física, nível de treinamento e objetivos.


Se o objetivo principal é a hipertrofia muscular (crescimento muscular), manter os intervalos curtos pode ser mais benéfico. Se o objetivo é a força máxima, é possível permitir intervalos um pouco mais longos.


Como sempre, ouvir o seu corpo é fundamental. A individualização do treinamento é essencial para garantir que atenda às suas necessidades e metas específicas.


O que é drop-set crescente?


A técnica de drop-set crescente é uma variação do método drop-set tradicional no treinamento de musculação. Enquanto o drop-set padrão envolve a redução progressiva do peso durante o exercício, o drop-set crescente faz o oposto. Nesse caso, o praticante começa com um peso leve e, em seguida, aumenta progressivamente o peso ao longo das séries.


Aqui está um exemplo hipotético de como você poderia realizar um drop-set crescente:


  1. Série 1:

  • Realize o exercício com um peso leve a moderado até a falha.

  • Aumente o peso para o próximo nível.

  1. Série 2:

  • Faça o exercício com o novo peso até a falha.

  • Aumente o peso novamente para o próximo nível.

  1. Série 3:

  • Continue aumentando o peso e fazendo o exercício até atingir a falha.


A ideia é desafiar os músculos progressivamente à medida que você se move através das séries, começando com um peso mais fácil e tornando cada série subsequente mais desafiadora. Essa variação pode proporcionar uma mudança na estimulação muscular, que pode ser benéfica para promover o crescimento e a resistência.


Assim como no drop-set tradicional, o tempo de descanso entre as séries do drop-set crescente geralmente é mantido curto para manter a intensidade e a fadiga muscular.


Lembre-se de ajustar os pesos de acordo com sua capacidade e ouvir os sinais do seu corpo. O drop-set crescente pode ser aplicado a uma variedade de exercícios, mas é especialmente comum em movimentos isolados para grupos musculares específicos, como bíceps, tríceps ou ombros.


Diferença entre rest pause e drop-set:



Rest-pause e drop-set são técnicas de treinamento que visam aumentar a intensidade do exercício, mas eles têm abordagens ligeiramente diferentes.


Rest-Pause:


Na técnica de rest-pause, o indivíduo realiza uma série de exercícios até a falha muscular, faz uma breve pausa (geralmente de 10 a 30 segundos) para recuperar parcialmente a energia e, em seguida, continua a série até a falha novamente.


Isso pode ser repetido várias vezes na mesma série. A ideia é permitir breves períodos de recuperação para que o praticante consiga realizar mais repetições do que seria possível de uma vez.


Por exemplo, ao realizar rest-pause em supino, você faria o máximo de repetições possível até a falha, descansaria brevemente, faria mais algumas repetições até a falha, descansaria novamente e assim por diante.


Drop-Set:

Em um drop-set, o indivíduo realiza uma série até a falha, mas em vez de descansar entre as repetições, reduz imediatamente o peso (geralmente 20-30% menos) e continua a série até atingir a falha novamente. Essa redução de peso pode ocorrer várias vezes em uma única série, aumentando a intensidade e prolongando a fadiga muscular.


Usando o exemplo do supino em um drop-set, você começaria com um peso pesado, faria repetições até a falha, reduziria o peso, faria mais repetições até a falha, e assim por diante.


Diferenças:

  1. Descanso vs. Redução de Peso:

  • No rest-pause, o descanso é a chave para permitir repetições adicionais.

  • No drop-set, a ênfase está na redução rápida de peso para continuar as repetições.

  1. Frequência de Redução:

  • No rest-pause, a pausa é aplicada entre repetições dentro da mesma série.

  • No drop-set, a redução de peso ocorre entre séries consecutivas.

  1. Número de Séries:

  • O rest-pause geralmente envolve uma série com pausas.

  • O drop-set pode envolver várias séries consecutivas com reduções de peso.

Ambas as técnicas são eficazes para aumentar a intensidade do treino, promover a fadiga muscular e desafiar o corpo de maneiras diferentes.


A escolha entre rest-pause e drop-set pode depender das preferências pessoais, objetivos de treinamento e nível de condicionamento físico.


Conclusão: Transformando Seu Treino com o Drop Set Completo


Ao concluir a exploração do treino drop set completo, é evidente que essa abordagem dinâmica tem o potencial de transformar significativamente seus treinos, proporcionando benefícios impressionantes.


Vamos recapitular o que aprendemos e reforçar como o treino drop set completo pode ser uma estratégia valiosa para alcançar novos patamares de força e crescimento muscular.


Recapitulação dos Benefícios:

  • O treino drop set completo oferece um aumento significativo na fadiga muscular, estimulando o crescimento e a resistência.

  • Sua eficiência no tempo permite mais volume de treino em sessões mais curtas, otimizando o estímulo muscular.

  • A versatilidade do método permite adaptações para todos os níveis de condicionamento, desde iniciantes até atletas avançados.

Processo do Treino Drop Set Completo:

  • A escolha criteriosa de exercícios, a determinação da carga inicial e a execução controlada dos sets são fundamentais.

  • A redução imediata da carga entre os sets, sem intervalo, define a natureza dinâmica do drop set.

  • A continuidade do treino em formato de drop set mantém a intensidade, desafiando constantemente os músculos.

Estímulo à Experimentação e Adaptação:

  • Encorajamos a experimentar diferentes variações, ajustando o treino conforme as necessidades individuais.

  • A escuta do corpo é fundamental, permitindo uma progressão gradual e evitando possíveis lesões.

Valor Como Estratégia de Treino:

  • O treino drop set completo não é apenas uma abordagem intensa, mas uma estratégia valiosa para quem busca resultados expressivos.

  • Ao integrar essa técnica em sua rotina, você está adotando uma ferramenta poderosa para alcançar novos patamares de força e crescimento muscular.

Em última análise, a chave para o sucesso com o treino drop set completo reside na consistência, na paciência e na disposição para se desafiar. Ao abraçar essa abordagem inovadora, você está pavimentando o caminho para uma jornada de treino mais eficaz e recompensadora.


Transforme seu treino, desafie seus limites e alcance seus objetivos fitness com o poder do treino drop set completo.


 

Você pode Se interessar por: ⤵


 

bottom of page