Beber uma cerveja após o treino tem algum benefício?


Pois é meus amigos e minhas amigas. Já falamos muito aqui no blog sobre diversos assuntos polêmicos certo? Falamos sobre treinos, suplementação e algumas dietas, porém hoje vamos tocar em um assunto sensível. Este, para muitos, é o amis sensível dentro todos os outros, a cervejinhas do final de semana.

Beber uma cerveja após o treino tem algum benefício?

Para muitos a cerveja é tida como intocável, “tirem tudo, mas não tirem minhas cerveja “ . “ Vou beber porque não sou atleta “, ou então “ vou beber porque até o Arnold bebia” Com certeza você já ouviu sobre isso na roda de amigos marombas certo? Ou melhor, até você mesmo já disse isso para os seus amigos.


Pois bem, esse e um assunto longo e vamos subdividi-lo em várias partes de modo a cobrir o máximo sobre cerveja possível ok? Então sente aí na sua poltrona, pegue o seu café (ou a sua cerveja) e embarque conosco nessa jornada que iremos fazer por esse universo das cervejas.

Tudo começou, a um tempo atrás (calma, você não vai completar “ na ilha do sol”) Se você tem mais de 30 anos sabe do que eu estou falando, mas a História da Cerveja, literalmente, é a história da civilização humana. Alguns antropólogos acreditam que o homem mudou de uma existência de caçador-coletor para uma existência baseada na agricultura baseada em grande parte para cultivar grãos suficientes para fabricar grandes quantidades de cerveja. Isso parece não ser comprovado, mas o pensamento de que a cerveja teria sido uma motivação poderosa para os humanos do Neolítico não seria nenhuma surpresa. Praticamente todo o reino animal, dos insetos aos elefantes, dos morcegos frutívoros aos macacos, mostra uma clara predileção pelo consumo de etanol.

Beber uma cerveja após o treino tem algum benefício?

É razoável acreditar que nós e outros animais evoluímos de acordo com as vantagens que as bebidas alcoólicas podem conferir. A fruta, quando madura, exala um aroma atraente que diz aos animais que está cheia de açúcar e pronta para comer. Frutas maduras podem se tornar bastante alcoólicas quando leveduras naturalmente presentes começam a consumir os açúcares. Os animais se beneficiam do valor alimentar da fruta, mas, sem dúvida, também encontram um valor nos efeitos fisiológicos do consumo do álcool. As plantas frutíferas, por sua vez, obtinham o benefício da ação do animal como dispersor de suas sementes. Um dos grandes momentos decisivos para a humanidade antiga foi a descoberta de um método pelo qual o açúcar poderia realmente ser criado e fermentado em álcool na ausência de mel ou frutas. Essa técnica foi o início do que hoje chamamos de fermentação. Avançando um pouco no tempo, as décadas de 1970 e 1980 viram um período de renovação, primeiro nas novas micro cervejarias da Inglaterra e depois no oeste americano. Cervejeiros artesanais americanos, inspirados nas grandes tradições da Europa, preparados por anos de experimentação em suas próprias cozinhas e acreditando que a fabricação de cerveja pode ser uma forma de arte semelhante ao jazz, hoje espalham um evangelho de pleno sabor e criatividade na cerveja.


Uma cerveja pós-treino pode realmente fazer bem a você?


Beber uma cerveja após o treino tem algum benefício?

Entre todas as místicas que envolvem a cerveja essa é uma pergunta muito interessante. Será que a cerveja realmente faz mal para você? Será que você pode tomar aquela cerveja do Arnold depois do treino? Aquela Skol gelada, aquela Heineken fará bem a você.


A boca chega a encher de água né mas olha, por mais que eu desejasse alegrar você, há poucas evidências científicas que realmente apoiem ​​quaisquer benefícios ligados a uma cerveja em relação a uma "recuperação" pós-treino. Uma Heineken 600ml, uma Skol 300ml uma Budweiser long, uma Skol senses, todas são ótimas para a lubrificação social, mas não são exatamente uma bebida de recuperação para melhorar o desempenho ... não importa o quão bem você informe ao barman que está pedindo sua cerveja para "ajudá-lo a se reidratar". Simplesmente não é assim.


Possíveis benefícios de uma cerveja pós-treino


Beber uma cerveja após o treino tem algum benefício?

Calma, mas antes de falarmos mal da cerveja vamos ver os possíveis pontos positivos, ok? Embora Uma Heineken 600ml, uma Skol 300ml uma Budweiser long, uma Skol senses não sejam uma bebida esportiva ideal, algumas de suas propriedades podem apoiar o seu corpo após o exercício.


Lembre-se de que nenhuma evidência conclusiva mostra que beber uma cerveja após o treino seja benéfico. Assim, mais pesquisas são necessárias Entretanto a cerveja Pode ser uma fonte decente de carboidratos


A Uma Heineken 600ml, uma Skol 300ml, uma Budweiser long, uma Skol senses ou até mesmo uma Skol ultra são normalmente produzidas a partir de água, grãos, lúpulo e fermento. O resultado é uma fonte moderada de carboidratos, com a cerveja média contendo 10-15 gramas

Quando você se exercita, a forma de carboidratos armazenada em seu corpo - chamada glicogênio - pode se esgotar.


A extensão da depleção de glicogênio depende muito do treino. O exercício aeróbico, como corrida estável ou ciclismo, tende a esgotar o glicogênio em um grau maior do que exercícios como levantamento de peso ou intervalos curtos de corrida


Como consumir carboidratos após o exercício pode reabastecer suas reservas de energia, aquela Heineken 600 ml gelada que você deixou no gelo antes do seu treino pode servir como uma opção pós-treino decente na ocasião


Tenha em mente que a pesquisa relevante não mostra que beber uma Skol ultra, por exemplo, oferece quaisquer benefícios pós-treino significativos, em comparação com bebidas esportivas


Algumas cervejas podem conter eletrólitos essenciais


Beber uma cerveja após o treino tem algum benefício?

Durante o exercício de intensidade moderada a alta, você perde eletrólitos através do suor, isso você já deve sabe.


Eletrólitos são minerais, incluindo sódio, potássio, magnésio e cálcio, que contêm uma carga elétrica. Eles atendem a várias funções corporais importantes, como manter o equilíbrio adequado do pH, equilibrar os níveis de água e facilitar a transmissão nervosa.

Portanto, as bebidas esportivas tradicionais fornecem eletrólitos essenciais para ajudá-lo a se reidratar após o treino.


Notavelmente, as cervejas eletrolíticas ganharam popularidade porque causam o mesmo efeito. Essas preparações contêm eletrólitos adicionais - especificamente sódio, potássio e magnésio - tornando-as uma bebida pós-treino viável.


É importante notar que o consumo excessivo de álcool pode dificultar a recuperação do exercício, razão pela qual muitas cervejas eletrolíticas têm baixo teor de álcool. Obviamente não é o caso da Heineken 600ml, da Skol 300ml, da Budweiser long, da Skol senses e muito menos de uma Skol ultra


Pode fornecer alguns antioxidantes


Beber uma cerveja após o treino tem algum benefício?

Agora olhe que interessante, a cerveja contém uma boa quantidade de antioxidantes devido ao teor naturalmente alto de antioxidantes do lúpulo - um ingrediente importante na maioria das cervejas como Heineken, Skol, Brahma, Budweiser e stella artois.


Quando consumidos, os antioxidantes combatem os radicais livres, que são moléculas instáveis ​​que promovem a inflamação crônica e aumentam o risco de várias.


Especificamente, a cerveja é bastante rica em polifenóis, que são antioxidantes encontrados em várias frutas e vegetais.


Esses compostos podem ser o motivo pelo qual a ingestão modesta de Heineken 600ml, da Skol 300ml, da Budweiser long, da Skol senses ou de uma Skol ultra está associada à melhora da saúde do coração e à redução do risco de câncer.


Dito isso, o consumo excessivo de cerveja ou qualquer bebida alcoólica anula quaisquer benefícios e aumenta o risco de doenças. Como tal, a moderação é fundamental

Possíveis desvantagens, riscos e efeitos colaterais

Obviamente nem tudo são flores né pessoal. Embora beber aquela Skol ultra gelada após o exercício esteja vinculado a benefícios potenciais, várias desvantagens significativas podem superá-los.

Além disso, a ingestão regular de álcool pode tornar-se viciante, portanto, você deve sempre limitar o seu consumo.

Beber cerveja pode retardar a síntese de proteínas


Beber uma cerveja após o treino tem algum benefício?

Para neutralizar o estresse induzido pelo exercício em seus músculos, seu corpo estimula a síntese de proteína muscular - um processo complexo que cria novas proteínas para reparar e fortalecer o músculo.


Vários estudos sugerem que beber cerveja após um treino pode prejudicar a síntese de proteína muscular. Por sua vez, isso pode atrasar seu tempo de recuperação.


Um estudo com 8 homens ativos descobriu que a síntese de proteína muscular caiu 2 horas após o exercício quando o álcool foi consumido, embora seja importante notar que a dose de álcool era equivalente a 12 bebidas padrão - um pouco mais do que as pessoas normalmente têm.


Outro estudo sugere que uma dose baixa de álcool - 0,23 gramas por libra (0,5 gramas por kg) de peso corporal - não tem efeito sobre o desempenho muscular após exercícios extenuantes

Com base nos dados atuais, é melhor evitar beber grandes quantidades de cerveja após o exercício.

A cerveja pode desidratar você


Beber uma cerveja após o treino tem algum benefício?

A hidratação é particularmente importante quando se trata de desempenho esportivo e exercícios

O consumo moderado de álcool tem sido continuamente associado a um leve efeito desidratante. Isso se deve às suas propriedades diuréticas, que causam um ligeiro aumento na produção de urina após o consumo . Dito isso, menores quantidades de álcool, como as encontradas na cerveja light, provavelmente não produzem um efeito desidratante significativo


Tendo esses dois pontos de vista em mente, talvez beber Heineken 600ml, da Skol 300ml, uma Budweiser long, uma Skol senses ou até mesmo uma Skol ultra após o treino não seja apenas uma questão de recuperação. Talvez seja sobre diversão e vínculo com seus companheiros de exercício. E talvez, apenas talvez, todos os estudos que apontam para o caso contra uma cerveja pós-treino não sejam tão importantes quanto parecem. Porque, a menos que você esteja bebendo até o esquecimento (o que você realmente não deveria fazer de qualquer maneira), e a menos que renuncie completamente à água e à comida (também desaconselhável), uma ou duas cervejas depois de suar provavelmente não vai doer muito, e isso pode apenas reforçar o seu hábito de exercício.


Se você faz exercícios e bebe com responsabilidade, talvez o caso da cerveja pós-treino resida em uma única palavra: prazer.


Então gostou dessa postagem?


SIM, NÃO , MAIS OU MENOS? Se você gostou dessa postagem deixe seu comentário, inscreva-se no nosso canal do youtube e siga a gente no Instagram.


Se quiser, entre em contato conosco para ter a sua assessoria online. Planos diferenciados para membros.