top of page

Pré-Treino Caseiro: Receitas e Dicas para fazer seu

Se você é um amante de atividades físicas, sabe que um bom pré-treino pode fazer toda a diferença no desempenho e nos resultados dos seus treinos. No entanto, muitas pessoas se perguntam se é necessário gastar fortunas em produtos industrializados ou se é possível fazer um pré-treino caseiro tão eficaz quanto.



A boa notícia é que é possível sim, fazer seu próprio pré-treino caseiro com ingredientes naturais e seguros, além de economizar dinheiro e personalizar seu pré-treino de acordo com suas necessidades e preferências.


Neste artigo, você aprenderá sobre os ingredientes mais comuns em pré-treinos, suas funções e como combiná-los em diferentes receitas deliciosas e saudáveis.


Além disso, você encontrará dicas para armazenamento e consumo do pré-treino caseiro e saberá como se certificar de estar consumindo doses seguras dos ingredientes. Leia agora e descubra como potencializar seu desempenho físico de forma natural e personalizada.


Pré-Treino Caseiro

Introdução:


O que é pré-treino e sua importância para o desempenho físico:

Pré-treino é um suplemento nutricional que é ingerido antes do exercício físico com o objetivo de melhorar o desempenho, aumentar a energia e reduzir a fadiga.


Geralmente, os pré-treinos são compostos por uma combinação de ingredientes, como cafeína, beta-alanina, citrulina malato, creatina, taurina, entre outros, que atuam em diferentes processos fisiológicos do corpo, como a produção de energia, a síntese de proteínas e a vasodilatação.


A importância do pré-treino para o desempenho físico está relacionada à capacidade desses ingredientes de fornecer mais energia, melhorar a resistência muscular e diminuir a fadiga.


Com isso, é possível aumentar a intensidade e a duração dos treinos, o que pode levar a melhores resultados em termos de ganho de massa muscular, perda de gordura e melhoria da performance em atividades físicas.


No entanto, é importante ressaltar que o consumo de pré-treinos deve ser feito de forma consciente e com orientação de um profissional de saúde, pois doses excessivas ou uso inadequado podem trazer riscos à saúde.


Benefícios de fazer seu próprio pré-treino caseiro em vez de comprar produtos industrializados:

Existem diversos benefícios em fazer seu próprio pré-treino caseiro em vez de comprar produtos industrializados.


Um dos principais é a possibilidade de personalizar os ingredientes e as doses de acordo com suas necessidades e preferências, evitando assim o consumo de substâncias desnecessárias ou que possam ser prejudiciais à saúde.


Além disso, a fabricação do pré-treino caseiro pode ser mais econômica, já que os ingredientes são mais acessíveis e você pode preparar grandes quantidades de uma vez, armazenando em potes para uso futuro.



Outra vantagem é a qualidade dos ingredientes utilizados no preparo do pré-treino caseiro, que podem ser escolhidos de forma mais cuidadosa e com critérios de origem e pureza mais rigorosos do que aqueles utilizados em produtos industrializados.


Muitos pré-treinos comercializados no mercado contêm ingredientes sintéticos ou de origem desconhecida, que podem trazer riscos à saúde a longo prazo.


Por fim, fazer seu próprio pré-treino caseiro pode ser uma oportunidade para explorar novas receitas e sabores, tornando a suplementação mais prazerosa e agradável.


Ao experimentar diferentes combinações de ingredientes, é possível descobrir novas formas de obter energia e melhorar o desempenho físico, sem deixar de lado a segurança e o cuidado com a saúde.


Descrição dos ingredientes mais comuns em pré-treinos e suas funções:


Existem vários ingredientes comuns em pré-treinos e cada um deles tem uma função específica. Abaixo estão alguns dos ingredientes mais comuns e suas funções:

  • Cafeína: A cafeína é um estimulante que ajuda a aumentar a energia, a resistência e a atenção mental durante o treino. Além disso, a cafeína também pode ajudar a melhorar a queima de gordura durante o exercício.

  • Beta-alanina: A beta-alanina ajuda a aumentar a produção de carnosina no corpo, que ajuda a reduzir a fadiga muscular e a aumentar a resistência durante o treino.

  • Citrulina malato: A citrulina malato é um aminoácido que ajuda a aumentar a produção de óxido nítrico no corpo, o que pode melhorar a circulação sanguínea e aumentar a entrega de nutrientes e oxigênio aos músculos durante o treino.

  • Creatina: A creatina é um aminoácido que ajuda a aumentar a produção de ATP, que é a principal fonte de energia para os músculos durante o exercício. Com mais ATP disponível, é possível aumentar a força e a resistência muscular.

  • Taurina: A taurina é um aminoácido que ajuda a melhorar a resistência muscular e a reduzir a fadiga durante o treino.

  • BCAAs: BCAAs são aminoácidos de cadeia ramificada que ajudam a aumentar a síntese de proteínas e a reduzir a quebra muscular durante o treino.

Esses são apenas alguns exemplos dos ingredientes mais comuns em pré-treinos. Cada um desses ingredientes pode ser combinado em diferentes proporções e com outros ingredientes para criar um pré-treino personalizado e eficaz.


É importante lembrar que o consumo de pré-treinos deve ser feito com orientação de um profissional de saúde, que poderá ajudar a escolher a combinação de ingredientes mais adequada para cada indivíduo.


Parte 1: Ingredientes básicos para um pré-treino caseiro


Pré-Treino Caseiro

Cafeína: explicação sobre seus efeitos estimulantes e sugestões de quantidades seguras para consumo:


A cafeína é um dos ingredientes mais comuns em pré-treinos e possui efeitos estimulantes que podem melhorar o desempenho durante o treino. Quando consumida, a cafeína é rapidamente absorvida pelo organismo e atinge o cérebro, onde age como um estimulante do sistema nervoso central.


Entre os efeitos positivos da cafeína para o treino estão: aumento da energia, da resistência e da capacidade de concentração, o que pode melhorar o desempenho em exercícios de alta intensidade e de longa duração.


Além disso, a cafeína também pode aumentar a queima de gordura e melhorar a recuperação após o treino.


Por outro lado, é importante lembrar que a cafeína em excesso pode trazer efeitos negativos para a saúde, como aumento da frequência cardíaca, nervosismo, insônia, tremores e dores de cabeça. Por isso, é recomendado que o consumo de cafeína seja moderado e feito dentro de limites seguros.



De acordo com especialistas, a quantidade de cafeína considerada segura para consumo varia entre 200 e 400 mg por dia, o que equivale a cerca de 2 a 4 xícaras de café.


No caso de pré-treinos, é comum encontrar doses de cafeína entre 100 e 300 mg por porção, mas a quantidade exata varia de acordo com a marca e a composição do produto.


É importante lembrar que cada pessoa pode ter uma sensibilidade diferente à cafeína e que, por isso, a quantidade segura para consumo pode variar de acordo com o indivíduo.


Antes de incluir o pré-treino na sua rotina de treino, é importante conversar com um profissional de saúde, que poderá ajudar a avaliar a quantidade adequada de cafeína e dos demais ingredientes do produto.



Beta-alanina: função na produção de carnosina, que reduz a fadiga muscular:

A beta-alanina é um aminoácido que ajuda na produção de carnosina, uma substância presente nos músculos que ajuda a reduzir a fadiga muscular. Durante o exercício, os músculos produzem ácido lático, que é um dos principais responsáveis pela fadiga muscular.


A carnosina age como um tampão, ajudando a neutralizar o ácido lático e a manter o pH muscular em níveis adequados, o que permite que o músculo continue trabalhando por mais tempo.


Quando a quantidade de carnosina nos músculos é baixa, a capacidade de neutralizar o ácido lático é reduzida e a fadiga muscular ocorre mais rapidamente.


É aí que entra a beta-alanina: quando consumida, ela é convertida em carnosina no organismo e, com isso, ajuda a aumentar a quantidade dessa substância nos músculos, reduzindo a fadiga muscular e melhorando a resistência durante o treino.


Vale lembrar que a beta-alanina não é um estimulante e não age diretamente na energia ou na força muscular.


Seu principal efeito é na redução da fadiga muscular e na melhora da resistência durante exercícios de alta intensidade e longa duração. Por isso, a beta-alanina é um ingrediente comum em pré-treinos voltados para exercícios de resistência e endurance, como corrida, ciclismo e natação.


A quantidade de beta-alanina recomendada pode variar de acordo com o produto e com o objetivo do treino, mas em geral, doses entre 2 e 5 gramas por dia são consideradas seguras e eficazes. É importante lembrar que a beta-alanina pode causar uma sensação de formigamento ou coceira na pele, conhecida como "parestesia", mas esse efeito é temporário e não causa danos à saúde.


Citrulina malato: aumenta a produção de óxido nítrico, melhorando a vasodilatação e a entrega de nutrientes aos músculos:


A citrulina malato é um composto formado pela combinação do aminoácido L-citrulina com o ácido málico. É um ingrediente comum em pré-treinos, especialmente em produtos voltados para o aumento da vasodilatação e da entrega de nutrientes aos músculos.


A citrulina malato age aumentando a produção de óxido nítrico no organismo, uma substância que ajuda a relaxar as paredes dos vasos sanguíneos e aumentar o fluxo de sangue para os músculos. Com isso, ocorre uma melhora na oxigenação e na entrega de nutrientes aos músculos durante o exercício, o que pode melhorar o desempenho e reduzir a fadiga muscular.


Além disso, a citrulina malato também pode ajudar a reduzir a produção de amônia no organismo, um composto que é liberado durante o exercício e que pode levar à fadiga muscular e à diminuição do desempenho. Com isso, a citrulina malato pode ajudar a melhorar a resistência e a prolongar a duração do treino.


As doses recomendadas de citrulina malato variam de acordo com o produto e com o objetivo do treino, mas em geral, doses entre 6 e 8 gramas por dia são consideradas seguras e eficazes. É importante lembrar que a citrulina malato pode causar alguns efeitos colaterais, como náusea, diarreia e dor abdominal, principalmente em doses elevadas.


Por isso, é importante seguir as recomendações de uso do produto e, em caso de dúvidas, consultar um profissional de saúde antes de incluir a citrulina malato na sua rotina de treino.


Creatina: aumenta a força muscular e a síntese de proteínas

A creatina é um composto natural produzido pelo corpo humano e também pode ser obtida através da alimentação, principalmente em carnes vermelhas e peixes.


Ela desempenha um papel importante no fornecimento de energia para os músculos, especialmente durante atividades de alta intensidade e curta duração.


Ao ser consumida em forma de suplemento, a creatina pode aumentar a quantidade de creatina disponível nos músculos, o que pode levar a um aumento da força muscular e da síntese de proteínas, ajudando no ganho de massa muscular.



Além disso, a creatina pode também melhorar a recuperação muscular após exercícios intensos, reduzir a fadiga muscular e aumentar a capacidade de treinamento. Por isso, ela é um dos suplementos mais populares entre os praticantes de atividade física.


No entanto, é importante lembrar que o uso da creatina como suplemento deve ser orientado por um profissional de saúde, já que o seu consumo em excesso pode levar a efeitos colaterais indesejados, como problemas renais e gastrointestinais.


Taurina: melhora a resistência física e o foco mental:

A taurina é um aminoácido que pode ser encontrado naturalmente em alimentos como carne, peixe e leite materno. Ela tem sido amplamente utilizada como ingrediente em suplementos pré-treino devido aos seus potenciais benefícios para a saúde e o desempenho físico.


A taurina pode melhorar a resistência física, reduzindo a fadiga muscular e aumentando a capacidade de treinamento. Ela também pode melhorar o foco mental e a cognição, ajudando a manter a atenção durante o exercício.


Além disso, a taurina tem propriedades antioxidantes e anti-inflamatórias, o que pode ajudar a proteger o corpo contra o estresse oxidativo e a inflamação causados pelo exercício intenso.


Apesar de ser um composto natural e seguro, é importante lembrar que a taurina deve ser consumida em doses adequadas e sob orientação de um profissional de saúde, especialmente para pessoas com condições médicas pré-existentes.


Adoçante: opções saudáveis para adoçar o pré-treino, como estévia e xilitol:


Algumas opções saudáveis de adoçantes para serem utilizados em pré-treinos caseiros são a estévia e o xilitol.


A estévia é um adoçante natural extraído das folhas da planta Stevia rebaudiana. Ela é muito doce e tem baixo teor calórico, sendo uma excelente alternativa para substituir o açúcar. Além disso, a estévia não afeta os níveis de açúcar no sangue, sendo uma opção segura para pessoas com diabetes.


Já o xilitol é um álcool de açúcar que ocorre naturalmente em frutas e vegetais. Ele tem um sabor doce semelhante ao do açúcar, mas com menos calorias e um índice glicêmico menor.


Além disso, o xilitol também tem propriedades antibacterianas e pode ajudar a prevenir cáries dentárias.


Ambos os adoçantes podem ser encontrados em diversas formas, como pó, líquido e comprimidos, e podem ser utilizados em diversas receitas, incluindo pré-treinos caseiros.


Vale lembrar que, embora a estévia e o xilitol sejam opções mais saudáveis do que o açúcar, é importante não exagerar no consumo de adoçantes, já que eles também podem ter efeitos colaterais indesejados se consumidos em excesso.


Sempre é recomendado consultar um nutricionista ou profissional de saúde para orientação individualizada.


Parte 2: Receitas de pré-treino caseiro


Pré-Treino Caseiro

Receita básica: combinação dos ingredientes básicos em doses seguras e sugestão de saborizantes, como suco de limão ou extrato de baunilha

Segue abaixo uma receita básica de pré-treino caseiro, que combina alguns dos ingredientes mencionados anteriormente em doses seguras:


Ingredientes:

  • 2 colheres de sopa de beta-alanina em pó

  • 1 colher de sopa de citrulina malato em pó

  • 5g de creatina em pó

  • 200mg de cafeína em pó

  • 2g de taurina em pó

  • Adoçante natural a gosto (como estévia ou xilitol)

  • Saborizante natural a gosto (como suco de limão, extrato de baunilha ou frutas vermelhas)

Modo de preparo:

  1. Misture todos os ingredientes em pó em um recipiente, com exceção do saborizante.

  2. Adicione água ou suco natural até atingir a consistência desejada.

  3. Adicione o saborizante de sua preferência e misture bem.

  4. Consuma cerca de 30 minutos antes do treino.

Lembre-se de que as doses recomendadas podem variar de acordo com a idade, peso e condições médicas de cada indivíduo. Portanto, é importante sempre consultar um profissional de saúde antes de utilizar qualquer suplemento ou receita caseira de pré-treino.


Receita de pré-treino vegano: substituições para ingredientes de origem animal, como beta-alanina em pó ao invés de cápsulas gelatinosas:


Se você segue uma dieta vegana, pode ser desafiador encontrar suplementos pré-treino que não contenham ingredientes de origem animal. Felizmente, existem alternativas veganas para os ingredientes mais comuns de pré-treino.


Aqui está uma receita de pré-treino vegano que utiliza ingredientes à base de plantas:


Ingredientes:

  • 2 colheres de sopa de beta-alanina em pó

  • 1 colher de sopa de citrulina malato em pó

  • 5g de creatina em pó

  • 200mg de cafeína em pó

  • 2g de taurina em pó (opcional)

  • Adoçante natural a gosto (como estévia ou xilitol)

  • Saborizante natural a gosto (como suco de limão, extrato de baunilha ou frutas vermelhas)

  • 1 colher de sopa de levedura nutricional em pó (substituição para a beta-alanina em cápsulas gelatinosas)

Modo de preparo:

  1. Misture todos os ingredientes em pó em um recipiente, com exceção do saborizante.

  2. Adicione água ou suco natural até atingir a consistência desejada.

  3. Adicione o saborizante de sua preferência e misture bem.

  4. Consuma cerca de 30 minutos antes do treino.

A levedura nutricional em pó é uma boa alternativa vegana para a beta-alanina em cápsulas gelatinosas, pois é rica em aminoácidos e vitaminas do complexo B. Além disso, ela pode adicionar um sabor de queijo ou nozes à sua receita.


Lembre-se de que as doses recomendadas podem variar de acordo com a idade, peso e condições médicas de cada indivíduo. Portanto, é importante sempre consultar um profissional de saúde antes de utilizar qualquer suplemento ou receita caseira de pré-treino.


Receita de pré-treino sem cafeína: opções para quem quer evitar o consumo de cafeína, como substituir por teanina ou taurina


Se você é sensível à cafeína ou prefere evitar seu consumo antes do treino, há várias opções para criar uma receita de pré-treino sem cafeína.


Aqui está uma receita básica de pré-treino sem cafeína:


Ingredientes:

  • 2 colheres de sopa de beta-alanina em pó

  • 1 colher de sopa de citrulina malato em pó

  • 5g de creatina em pó

  • 2g de taurina em pó

  • Adoçante natural a gosto (como estévia ou xilitol)

  • Saborizante natural a gosto (como suco de limão, extrato de baunilha ou frutas vermelhas)

  • 200mg de teanina em pó (opcional, para ajudar a melhorar o foco mental)

Modo de preparo:

  1. Misture todos os ingredientes em pó em um recipiente, com exceção do saborizante.

  2. Adicione água ou suco natural até atingir a consistência desejada.

  3. Adicione o saborizante de sua preferência e misture bem.

  4. Consuma cerca de 30 minutos antes do treino.

A taurina pode ajudar a melhorar a resistência física e o foco mental, enquanto a teanina é conhecida por ajudar a melhorar o foco mental e reduzir a ansiedade. Ambos são boas opções para substituir a cafeína em uma receita de pré-treino.


Lembre-se de que as doses recomendadas podem variar de acordo com a idade, peso e condições médicas de cada indivíduo. Portanto, é importante sempre consultar um profissional de saúde antes de utilizar qualquer suplemento ou receita caseira de pré-treino.


Receita de pré-treino com superalimentos: adição de ingredientes como maca em pó, spirulina e cacau em pó para potencializar os benefícios do pré-treino


Se você deseja adicionar alguns superalimentos em sua receita de pré-treino para obter ainda mais benefícios, aqui está uma receita básica que inclui alguns desses ingredientes:


Ingredientes:

  • 2 colheres de sopa de beta-alanina em pó

  • 1 colher de sopa de citrulina malato em pó

  • 5g de creatina em pó

  • 2g de taurina em pó

  • Adoçante natural a gosto (como estévia ou xilitol)

  • Saborizante natural a gosto (como suco de limão, extrato de baunilha ou frutas vermelhas)

  • 1 colher de chá de maca em pó

  • 1 colher de chá de spirulina em pó

  • 1 colher de chá de cacau em pó

Modo de preparo:

  1. Misture todos os ingredientes em pó em um recipiente, com exceção do saborizante.

  2. Adicione água ou suco natural até atingir a consistência desejada.

  3. Adicione o saborizante de sua preferência e misture bem.

  4. Consuma cerca de 30 minutos antes do treino.

A maca em pó é conhecida por aumentar a resistência e a energia, enquanto a spirulina é rica em nutrientes e pode ajudar a melhorar a recuperação muscular.


O cacau em pó contém antioxidantes que podem ajudar a reduzir o estresse oxidativo causado pelo exercício físico intenso.


Lembre-se de que as doses recomendadas podem variar de acordo com a idade, peso e condições médicas de cada indivíduo.


Portanto, é importante sempre consultar um profissional de saúde antes de utilizar qualquer suplemento ou receita caseira de pré-treino, especialmente se você tem alguma alergia ou intolerância alimentar.



Parte 3: Dicas para armazenamento e consumo do pré-treino caseiro


Armazenamento em local fresco e seco, longe da luz solar direta e umidade:


É importante armazenar o pré-treino caseiro em um local fresco e seco, longe da luz solar direta e umidade para garantir que os ingredientes não se deteriorem e não haja riscos de contaminação.


Para isso, você pode armazená-lo em um recipiente hermético, como um pote de vidro com tampa, e guardar em um armário ou despensa, longe de fontes de calor e umidade, como o fogão ou a pia da cozinha.


Além disso, é importante rotular o recipiente com a data de preparo e a validade, que geralmente é de até 30 dias, dependendo dos ingredientes utilizados.


Se você notar qualquer alteração na cor, textura ou odor do pré-treino, descarte-o imediatamente, pois isso pode indicar que os ingredientes estão deteriorados ou contaminados.


Lembre-se de que o pré-treino caseiro não é um substituto para uma alimentação equilibrada e uma rotina de exercícios físicos adequada.


Ele deve ser consumido com moderação e de acordo com as recomendações do seu nutricionista ou profissional de saúde, para que você possa obter os melhores resultados possíveis sem comprometer sua saúde.


Mistura do pré-treino na hora do consumo para evitar a oxidação de alguns ingredientes:

Algumas substâncias presentes no pré-treino, como a creatina, podem se oxidar quando expostas ao ar e à umidade, o que pode reduzir sua eficácia.


Para evitar esse problema, uma sugestão é misturar o pré-treino apenas na hora do consumo, em vez de preparar uma grande quantidade e deixar armazenado por vários dias.


Você pode preparar os ingredientes secos do pré-treino e armazená-los em um recipiente hermético separado, como um saquinho ziplock ou um pote com tampa, e misturá-los com água ou outro líquido apenas quando for consumir o pré-treino.


Isso também permite que você ajuste a quantidade de líquido de acordo com sua preferência de sabor e consistência.


Ao misturar o pré-treino na hora do consumo, você garante que os ingredientes estejam frescos e em sua melhor forma, e também pode personalizar a receita de acordo com suas necessidades e preferências.


Lembre-se de seguir as recomendações de dosagem dos ingredientes e não exceder a quantidade recomendada, para evitar efeitos colaterais indesejados.


Sugestões para consumir o pré-treino, como misturar com água, suco ou smoothie, ou adicionar a uma receita de muffin pré-treino


Existem várias maneiras de consumir o pré-treino de acordo com suas preferências e necessidades. A forma mais comum é misturar o pré-treino com água, suco ou algum outro líquido de sua preferência.


Se você preferir um sabor mais intenso, pode adicionar suco de limão ou lima, que também pode ajudar a melhorar a absorção de alguns ingredientes, como a creatina.


Outra opção é adicionar o pré-treino a um smoothie pré-treino, que pode incluir ingredientes como frutas, vegetais, proteína em pó e gorduras saudáveis, para fornecer energia e nutrientes adicionais para o treino.


Uma ideia interessante é adicionar o pré-treino a uma receita de muffin pré-treino, que pode incluir ingredientes como aveia, banana, nozes e sementes. Isso permite que você consuma o pré-treino de forma mais saborosa e também adiciona nutrientes extras para melhorar o desempenho no treino.


Independentemente da forma de consumo escolhida, é importante lembrar de seguir as instruções de dosagem recomendadas e ajustar de acordo com suas necessidades e objetivos.


Além disso, certifique-se de consumir o pré-treino cerca de 30 minutos antes do treino, para permitir que os ingredientes sejam absorvidos pelo corpo e você tenha energia suficiente para o treino.


Conclusão:


Concluindo, fazer seu próprio pré-treino caseiro pode trazer diversos benefícios, como a economia de dinheiro e a personalização das doses e sabores.


Além disso, a possibilidade de experimentar diferentes receitas e ingredientes pode ajudar cada indivíduo a descobrir o que funciona melhor para o seu corpo e objetivos.


No entanto, é importante sempre consultar um profissional de saúde antes de iniciar o consumo de pré-treino ou qualquer suplemento.


Não deixe de compartilhar este artigo com seus amigos e seguidores nas redes sociais para que eles também possam conhecer mais sobre os benefícios do pré-treino caseiro e as receitas sugeridas aqui.


Compartilhe seus resultados e experiências e juntos podemos melhorar nossa performance física e alcançar nossos objetivos.

Commentaires

Noté 0 étoile sur 5.
Pas encore de note

Ajouter une note
bottom of page